Personagens de Harry Potter que provam que você não precisa se preocupar com o que os outros pensam

0 Comments
Não importa o quão estranho, o quão diferente ou exigente você seja, você é a melhor versão de você mesmo. E essa é uma verdade que muitos personagens de HP entendiam, desde aqueles com um amor não-correspondido até aqueles com atitudes não-convencionais. 

Texto: Pottermore | Tradução: Clara Monnerat
Ser diferente nunca é fácil, não importa se você seja Trouxa ou bruxo ou bruxa. Hermione sofreu preconceito pelo simples fato de seus pais serem Trouxas, Hagrid era constantemente rechaçado pela sua aparência e Snape era odiado e injuriado por suas ações.  Cada um desses personagens era tão mais do que os rótulos conferidos a eles. Eles superaram seus estereótipos para se tornarem algo extraordinário.

Não tenha medo de suas opiniões inconvencionais 

Dois dos personagens mais inconvencionais do mundo bruxo também eram dois dos mais interessantes-Luna Lovegood e Alvo Dumbledore. Luna não dava uma pena de Testrálio para o que os outros pensavam dela. Ela caçava Narguilés, acreditava em conspirações, dizia as coisas mais estranhas e até mesmo ganhou o apelido de Di-Lua´´. Mas foi a maneira nada convencional de Luna de enxergar o mundo foi o motivo dela se tornar um membro inestimável da Armada de Dumbledore. Ela via maneiras interessantes de situações complexas e sua resiliência ao enfrentar deboche vieram a calhar quando foi capturada por Comensais da Morte .

"Ela vai, disse Harry. Ele não podia suportar sequer pensar na outra alternativa. Ela é durona, a Luna, bem mais do que você imagina. Provavelmente ela está ensinando a seus colegas de cela sobre Zonzóbulos e Narguilés. " - Harry Potter e as Relíquias da Morte


Já o Professor Dumbledore pode nunca ter sido tão aéreo quanto Luna mas suas atitudes fora do padrão eram o motivo de tantos pais enviarem cartas revoltadas e visitas do Ministério da Magia. Ele raramente explicava suas ações e seu comprometimento tanto para Hogwarts quanto para a derrota de Voldemort nunca falhou. Desde o primeiro momento em que o conhecemos, as ações dele estavam sendo questionadas-McGonagall perguntando o porquê de deixar Harry com os terríveis Dursley-e mesmo depois de sua morte, seus feitos foram divulgados e julgados, graças à Rita Skeeter. Entretanto, no final, descobrimos que, assim como Snape, Dumbledore teve que trilhar por um complexo caminho de sacríficio próprio e decisões. Ele sabia que seria necessário que Harry morresse e mesmo assim continuou guiando-o em direção ao seu inevitável fim. Por mais excêntrico que suas escolhas de material de leitura e doces (revistas de crochê e sherbets, balas de limão) Dumbledore nunca mudou quem ele era ou o que ele defendia, mesmo que isso significasse que ele seria duramente julgado-mesmo por Harry.

'E você sabia disso? Você sabia-o tempo todo?'
'Adivinhei. Mas minhas adivinhações tem sido corretas', disse Dumbledore felizmente e eles se sentaram em silêncio pelo que pareceu ser um longo tempo, enquanto a criatura atrás dele continuasse a gemer e a tremer. " - Harry Potter e as Relíquias da Morte
  
Não deixe que o preconceito mude quem você é


Hermione e Hagrid passaram por muito preconceito apenas por causa de sua linhagem. Hermione passou por muita humilhação e sofrimento por causa de seus pais Trouxas e Hagrid foi humilhado quando Rita Skeeter revelou seu segredo-sua mãe era uma giganta. Hermione lidava com essas humilhações e desacato com uma elegância extraordinária, frequentemente acalmando seus amigos ao invés de se irritar. De fato, como ela cresceu com o apelido inevitável de "Sangue-ruim", ela se tornou bem experiente ao rebater insultos...

"Você está brincando, não está, Weasley, disse Malfoy por trás deles. Você não está me dizendo que alguém convidou aquilo para o baile? Não a Sangue-Ruim de molares compridos?' 

Harry e Rony ambos se viraram para trás mas Hermione disse em voz alta, acenando para alguém pelo ombro de Malfoy, "Olá, professor Moody!"  Malfoy ficou pálido e deu um pulo para trás, procurando por Moody em todos os lados mas ele ainda estava na mesa dos professores terminando seu ensopado. ´Você uma doninha que gosta de se contorcer não é mesmo, Malfoy?´ disse Hermione mordazmente e ela, Harry e Rony subiram as escadas de mármore rindo acaloradamente. " - Harry Potter e o Cálice de Fogo


Hagrid frequentemente sofria deboche devido ao seu tamanho (e pelo seu amor por monstros e feras) mas foi apenas quando ele confessou sua linhagem a Madame Maxime que as coisas se tornaram realmente cabeludas. Rita Skeeter, que estava bisbilhotando em um arbusto próximo no baile, revelou ao mundo que a mãe de Hagrid era uma giganta e Hagrid quase morreu de vergonha. Foi apenas depois que o trio, liderado por uma indignada Hermione, foi vê-lo e exigisse que ele parasse de sentir vergonha que ele estufou o peito e manteve a cabeça erguida. Depois, ao invés de usar sua linhagem como um fardo, ele usou na luta contra Voldemort, indo buscar ajuda dos gigantes com Madame Maxime. Ele também salvou seu meio-irmão, Grope e acabaram lutando lado a lado na Batalha de Hogwarts.

"Hagrid se abaixou, deu a Harry um abraço de quebrar as costelas e depois correu de volta à janela estilhaçada. 
´Bom garoto, Grope!´ ele urrou através do buraco pela janela.´ Eu te verei em um momento aí, rapaz!" - Harry Potter e as Relíquias da Morte

Não importa o que as outras pessoas pensem, você sabe a verdade sobre você mesmo.


Quando se trata de manter em segredo do resto do mundo quem você realmente é, ninguém era mais adepto do que o professor Snape. Ele amava Lily Potter. Ele a amava com cada fibra do seu ser, até o dia em que morreu .O casamento dela com seu inimigo, James Potter, o nascimento de seu filho, Harry Potter e sua morte trágico-nada disso alterou o modo como se sentia por ela. E ninguém sabia sobre isso. Até o fim, ninguém sabia o quanto ele tinha sacrificado por Lily: sua reputação, sua carreira, suas amizades, seu futuro.

A única pessoa que realmente sabia quem ele era e como ele se sentia era Dumbledore.

"Houve uma longa pausa e lentamente Snape retomou o controle dele mesmo´, controlando sua respiração. Por fim, ele disse: ´Muito bem, muito bem. Mas nunca-nunca conte, Dumbledore! Isso deve permanecer entre nós! Jure! Eu não posso aguentar.. especialmente o filho de Potter... quero sua palavra!"

Dou minha palavra, Severo, que nunca devo revelar a melhor coisa que você fez?´ Dumbledore suspirou, olhando para baixo, para o rosto angustiado de Snape. Se você insiste..." - Harry Potter e as Relíquias da Morte

Quando Dumbledore morreu, Snape poderia ter parado de ser um espião e agente duplo .Ele poderia parar de agir como uma metade em cada mundo, passando informação a Dumbledore e arriscando sua vida a cada vez que encontrasse Voldemort mas ele nunca o fez.  Ele continuou lutando pelo que era certo e por Lily. Se certificou de que Harry conseguisse a espada de Godric Gryffindor a tempo para destruir as Horcruxes e se certificou de que Harry sabia o que era necessário para defender Voldemort. Agora isso é comprometimento.

Snape não se importava com o que os outros pensassem dele porque ele sabia o que estava dentro-e isso é o que importava.


Tecnologia do Blogger.