Já pensou em fazer um curso de extensão gratuito sobre Harry Potter? É isso mesmo potterheads! A Universidade de São PAulo (USP) começou as inscrições hoje (segunda-feira, 20), para um curso gratuito sobre a obra literária de Harry Potter, o nosso bruxinho mais famoso do mundo!

O curso, intitulado "Harry Potter: caminhos interpretativos", acontece entre os dias 14 de setembro e 19 de Outubro, e será oferecido pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

O curso tem como objetivo "propiciar o contato entre leitores de Harry Potter, tanto na academia quanto fora dela, para a discussão da obra" e as aulas terão como embasamento a bibliografia de obras clássicas para explicar os livros de J. K. Rowling diante de diversos pontos de vista. Além de gratuito, é aberto também para aqueles que não são estudantes da USP. O número de vagas é limitado. Para participar é necessário ter mais de 18 anos de idade e ter lido todos os livros da série.
Programação
Aula 1 - Os personagens-chave de Harry Potter
Aula 2 - Harry Potter: herói romanesco
Aula 3 - Harry Potter: indivíduo em formação
Aula 4 - As construções dos masculinos e dos femininos em Harry Potter
Aula 5 - Harry Potter, a crítica literária e a voz do leitor

As inscrições podem ser realizaram através da internet (é necessário entrar no Sistema Apolo e escolher no menu a opção "Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas").
É somente nós ou, Quadribol parece muito, muito perigoso? Não importa ganhar a partida, aqui vão algumas dicas de como sobreviver pelo jogo...

© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.
Texto: Pottermore (link original) | Tradução: Danilo Firme de Lira 
Para ser bem honesto, se nós jogássemos Quadribol e conseguíssemos completar uma partida inteira, não importaria o vencedor - nós seríamos aqueles comemorando com alegria que ainda estamos vivos no final. Afinal, há uma lista de 700 faltas em uma partida padrão de Quadribol - sem mencionar dois desagradáveis balaços sem consciência. Então como bruxas e bruxos sobrevivem a uma partida de Quadribol? Bem, aqui vão algumas ideias que podem dar um pouco de tempo a eles...

Seja legal com os jogadores que possuem habilidade de rebater gigantes bolas de ferro em você

'Er - os balaços já mataram alguém? Harry perguntou esperando que parecesse surpreso. ' Nunca em Hogwarts. Nós já tivemos algumas mandíbulas quebradas, mas nada pior que isso. Agora, o último membro do time é o Apanhador. Este é você. E você não precisa se preocupar com as Goles ou Balaços - a menos que eles quebrem minha cabeça.
(Harry Potter e a Pedra Filosofal)

Enquanto os times de futebol trouxa disputam o meio campo os times de Quadribol possuem membros que tentam atacar você de verdade. Estamos, é claro, falando dos Batedores. Agora, não estamos dizendo que vocês precisam virar melhores amigos ou o que seja, mas vamos apenas deixar claro que você não quer ficar do lado errado do pessoal com grandes bastões. Como qualquer apreciador de Quadribol sabe, a tarefa dos batedores é rebater os balaços enfeitiçados para longe do seu próprio time e direcioná-los ao outro time - mas algumas vezes eles são conhecidos por usar suas posições para tirar algumas de suas frustrações pessoais.

Uma vez Vincent Crabble acertou um Balaço em Harry porque ele teve a audácia de simplesmente ganhar a partida, por exemplo. Fred e George também são conhecidos por tomar vantagem de suas posições - acertando uma vez um Balaço em um arbitro temporário, Severo Snape, somente porque era o Severo Snape.

© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.


 Não cobice os outros jogadores

'HARRY, NÃO É HORA DE SER CAVALHEIRO!' Wood resmungou, assim que Harry desviou para evitar uma colisão.'DERRUBE-A DE SUA VASSOURA SE VOCÊ PRECISAR!' (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban)

Você conhece aquela velha música, 'Amor está no Ar'? Bem, não deixe acontecer. Quadribol é um esporte incrivelmente perigoso, e se você se distrair, estará arriscando perder a partida, ou mais uma vez, ser acertado por Balaços. (Você poderia discordar que os Batedores são os reais problemas, mas não vamos discutir as regras).

Agora, Harry é o principal culpado de ficar apaixonado em campo, se apaixonando não somente por Cho Chang, a apanhadora da Corvinal, mas Gina Weasley, sua companheira de time da Grifinória, durante várias partidas. E sim, em ambas as ocasiões, Harry ou ganhava uns berros de Oliver Wood ou era acertado por Balaços diversas vezes por olhar as meninas. Poupe isso para quando estiver no chão, Harry!

© JKR/Pottermore Ltd.™ Warner Bros.


Não faça nada de manobras perigosas se por acaso o Professor Lockhart estiver perto

Sim, em qualquer esporte, ser competitivo é um fato, mas vencer é mais importante do que de repente ficar sem um braço?! Bem, talvez você discorde. Harry foi longe para garantir a vitória com o pomo de ouro, durante várias partidas de Quadribol, colocando ele mesmo em perigo diversas vezes. Em sua primeira partida, ele quase se engasgou com o pomo, por exemplo.

Então houve a vez em que ele insistiu em continuar mesmo chovendo fortemente e acabou levando um Balaço. Você sabe como a estória termina: ele quebrou o braço, e então Professor Lockhart conseguiu na verdade piorar removendo os ossos. Nessa ocasião, vamos dar a Harry o benefício da dúvida - como ele saberia que seu supostamente legítimo Professor de Defesa Contra Artes das Trevas era na verdade horrível? Apenas tenha em mente que quando jogar Quadribol: tente e permaneça longe de idiotas.

Harry Potter e a Câmara Secreta


Ou você poderia simplesmente pegar um outro hobby...

Espere, porque estamos mesmo sugerindo jogar Quadribol em primeiro lugar quando nós poderíamos estar em casa lendo revistas sobre padrões de tricô?! Não há mais segurança que isso - e sem um Balaço a vista. Problema resolvido

(Apenas seja cuidadoso agora com aquelas agulhas de tricô, hein ?).
Houve algumas parentalidades seriamente questionáveis rolando no mundo de Harry Potter, e um tanto de escassez de pais, mas não há dúvida de que alguns dos nossos personagens favoritos foram um pouquinho mais longe devido ao apoio de seus pais.

Texto: Pottermore (link original) | Tradução: Thamyres Malheiros
Aqui estão os mais preferíveis patriarcas de Harry Potter.

Lyall Lupin

Sim, você deve estar surpreso ao ver Lyall aqui, visto que foi devido aos seus desafortunados desentendimentos com Fenrir Greyback que Remo Lupin se tornou lobisomem, para começar. Mas este homem amável, que se casou com uma trouxa, passou toda a sua vida buscando a cura para seu filho - e amando-o, apesar do seu pequeno e licantropo problema que ele inadvertidamente causou. Basta dizer que Lyall cometeu um erro atingindo o lado errado de Fenrir, mas nunca deixou de procurar por redenção.

Xenofílio Lovegood


Suas técnicas paternais podem ter sido de alguma maneira ad hoc, mas não há como negar que Xenofílio tenha feito tudo o que podia para ser um bom pai para Luna. Ele a criou, na maior parte do tempo, sozinho, a protegeu dos zonzóbulos, e mesmo que ele realmente tenha levado parafernálias para a casa deles que poderia ter explodido a ambos, ele não teve a intenção, e este é o ponto principal. A traição ao Eleito não é algo que usualmente enfatizaríamos como uma qualidade louvável em um bruxo (é, na verdade, algo bastante desaprovado, exceto por certos Sonserinos), mas a profundidade da sua devoção à sua filha não-usual foi destaque n'As Relíquias da Morte, onde ele sequestrou a próxima captura de Harry em uma tentativa desesperada de salvar Luna.

– É Potter, estou lhes dizendo, é Potter! – soluçou Xenofílio. – Por favor... por favor... me tragam Luna, me devolvam Luna...– Você terá a sua filhinha, Lovegood – disse Selwyn –, se subir essa escada e me trouxer Harry Potter. Mas, se isto for uma conspiração, se for um truque, se tiver um cúmplice esperando lá em cima para nos atacar, tentaremos guardar um pedacinho de sua filha para você enterrar.Xenofílio soltou um grito de medo e desespero. Ouviram-se passos apressados e coisas sendo arrastadas: Xenofílio estava tentando passar pelos destroços na escada.Harry Potter e as Relíquias da Morte
Tiago Potter


Tiago foi privado da sua chance de ser um pai adequado para Harry, morrendo pelas mãos de Voldemort enquanto tentava defender sua esposa e seu pequeno filho. O mero fato do seu auto-sacrifício seria suficiente para incluí-lo nesta lista, mas mesmo depois da morte ele provou ser ele mesmo um guardião devotado a Harry. Apareceu para ele no Espelho de Ojesed, a manifestação do desejo do coração de Harry; emergiu da ponta da varinha de Voldemort e mesmo como uma sombra tentou ajudar seu único descendente vivo a sobreviver; e a Pedra da Ressurreição trouxe-o de volta pela última vez, quando ele deu a Harry a força que precisava para sobreviver à sua última terrível batalha. Mesmo Harry reviraria seus olhos à ideia de que Tiago viveu através dele - mas é verdade, e precisamos apenas olhar para o ódio inabalável de Snape como prova.

Amos Diggory


Nunca houve um pai mais orgulhoso, ou mais irritante, do que Amos Diggory. Cedrico pode ter sido humilde, mas Amos não tinha medo de cantar suas glórias, alto e com orgulho. Seu apoio arrogante a Cedrico foi sua característica determinante, brilhando através de toda palavra exasperante, mas seu coração não poderia evitar desmoronar nos capítulos finais d’O Cálice de Fogo, enquanto ele tomava seu caminho entre a multidão até o corpo morto do seu filho.

– Ced nos falou de você, naturalmente – disse Amos Diggory. – Nos contou tudo sobre a partida que jogaram com vocês no ano passado... Eu disse a ele: Ced, isto vai ser uma história para contar aos seus netos, ah, vai... você derrotou Harry Potter!Harry não conseguiu pensar em nenhuma resposta a esse comentário, por isso ficou calado. Fred e Jorge amarraram a cara outra vez. Cedrico pareceu ligeiramente encabulado.– Harry caiu da vassoura, papai – murmurou ele. – Contei a você... foi um acidente...– É, mas você não caiu, não é mesmo? – rugiu Amos jovialmente, dando uma palmada nas costas do filho. – Sempre modesto, o nosso Ced, sempre cavalheiro... mas venceu o melhor, tenho certeza de que Harry diria o mesmo, não é? Um cai da vassoura, um continua montado,não é preciso ser gênio para saber quem voa melhor!Harry Potter e o Cálice de Fogo
Arthur Weasley

Arthur Weasley. © JKR/Pottermore Ltd.™ Warner Bros.

O melhor pai de que temos notícia no mundo bruxo é o homem que gerou uma ninhada inteira de cabelos flamejantes, sobreviveu a um ataque de cobra, e amou a espécie trouxa enquanto outros bruxos os odiavam. Um passo à frente, Arthur Weasley.

Arthur pode ser um pouquinho desmiolado e um tantinho obcecado pelos trouxas, mas nada disso nunca o impediu de ser o melhor pai que ele poderia ser. Deixando à parte o fato de que ele falhou a notar que seus filhos haviam roubado seu carro voador em mal funcionamento, assim como faziam coisas explodir em seus quartos, Arthur passou toda sua existência trabalhando duro por sua família. É testemunho de seu fantástico paternalismo que ele tenha conseguido emprestar sua semelhança a nada menos que sete irmãos – e nenhum deles se tornou terrível.

... Bem, Percy teve seus momentos. 
– Nós temos ideias muito diferentes do que é ser uma vergonha de bruxo, Malfoy.– Visivelmente – disse o Sr. Malfoy, seus olhos claros desviando-se para o Sr. e Sra. Granger, que observavam apreensivos. – As pessoas com quem você anda, Weasley... e pensei que sua família já tinha batido no fundo do poço...Ouviu-se uma pancada metálica quando o caldeirão de Gina saiu voando; o Sr. Weasley se atirara sobre o Sr. Malfoy, derrubando-o contra uma prateleira. Dúzias de livros de soletração despencaram com estrondo em sua cabeça; ouviu-se um grito “Pega ele, papai” – dado por Fred e Jorge; a Sra. Weasley gritava “Não, Arthur, não”; a multidão estourou, recuando e derrubando mais prateleiras.– Senhores, por favor, por favor! – pedia o assistente, e, depois, mais alto que a algazarra reinante. – Vamos parar com isso, cavalheiros, vamos parar com isso...Harry Potter e a Câmara Secreta 
Fonte: Entertainment Weekly | Tradução: Clara Monnerat
O quê poderia ser mais adorável dos que as adoráveis criaturas obcecadas por moedas do mundo bruxo, os Pelúcios ?ani


Bebês Pelúcios, lógico! E a EW tem a primeira foto exclusiva:


E sim, os Pelúcios tem várias cores de pelo além do preto clássico. 

Aqui está uma arte conceitual dele:


Em Animais Fantásticos: os crimes de Grindelwald, Newt Scamander (Eddie Redmayne) tenta separar um ninho de recém-nascidos que são tão travessos quanto seus pais. "Eles estão provocando caos" diz Redmayne. 

Outras criatura fantásticas do filme incluem o Kelpie(uma criatura escocesa marinha que pode ser montada e conduzida) , uma leucrotta (um bicho que se assemelha a um alce com uma boca impossivelmente grande) e um Augureiro (uma ave parecida com uma coruja cujo choro supostamente tem o poder de prever a morte (humm, não deveria ser chamado de Preevisor?) 

Os crimes de Grindelwald chega aos cinemas no dia 16 de novembro

A Jolie Monte Carlo lançou nesta terça-feira, dia 31, sua nova coleção inspirada em Harry Potter. Não poderia ter escolhido data melhor para o lançamento né?! Foi aniversário de Harry e J.K. Rowling, mas quem ganhou mais uma coisa para gastar nossos galeões fomos nós!

No total, são 13 opções de charms que incluem o Harry, pomo de ouro, o brasão da Escolha de Magia e Bruxaria de Hogwarts, o vira tempo, a  Relíquias da Morte, o Chapéu Seletor e separadores de charms com as cores da Grifinória, um escrito HP entre outros. Confira na imagem abaixo:

Monte Carlo / Foto: divulgação

O valor dos itens varia de R$ 90 a R$ 160 e você pode adquiri-los tanto na loja física quanto pelo site da marca, clicando aqui.
Eles são ótimos em perseguirem Dementadores. Mas eles também são ótimos em revelar segredos sobre as pessoas que os conjuraram. 

Texto: Pottermore (link original) | Tradução: Clara Monnerat
© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.


Um Patrono é intrinsecamente ligado à personalidade do bruxo ou da bruxa, apesar de nem sempre assumir a forma que seria esperado. Por exemplo, é bem incomum que ele seja o animal favorito de quem o conjurou mas é bem possível que irá assumir a forma de uma criatura que eles nunca viram nem ouviram falar.

Mas o quê eles significam? Tudo depende da interpretação. Felizmente, nós, Trouxas, temos praticado simbolismo de animais há séculos e vários dos Patrono lançados pelos personagens de Harry Potter tem sido criaturas significantes em mito, folclore, religião e literatura. 

Vamos olhar para os Patronos pertencentes à cinco membros da Armada de Dumbledore e ver o que podemos deduzir a respeito deles...

Cervo (Harry Potter)

© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.

 — É verdade — interrompeu a garota, com a longa trança nas costas, olhando para Harry — que você é capaz de produzir um Patrono?
Correu um murmúrio de interesse pelo grupo quando ela disse isso.
— Sou — confirmou Harry, ligeiramente na defensiva.
(Harry Potter e a Ordem da Fênix) 

 A habilidade de Harry de produzir um Patrono corpóreo inspirou alunos a se inscreverem no então sem nome grupo de Defesa contra as artes das trevas. Como seu líder, o cervo era um símbolo adequado.

Tradicionalmente visto como o "Rei da Floresta", o cervo é o protetor dos outros animais. Harry ajuda seus alunos ensinando-os tudo o que sabe sobre magia defensiva e frequentemente se lança no perigo para salvar os outros, como Gabrielle Delacour no Lago Negro ou Sirius Black no Departamento de Mistérios Como Hermione exemplificou em palavras, Harry tinha uma "mania de salvar as pessoas."

O cervo também tem outros significados simbólicos. Conforme sua galhada cai e recresce anualmente, é considerado um símbolo de renascimento e ressurreição. Bem apropriado - Harry é, afinal das contas, o Menino que Sobreviveu.

Os pais de Harry também compartilhavam Patronos relacionados ao cervo - o de Tiago era um veado e o de Lílian era uma corça. Ambos morreram enquanto tentavam proteger aqueles que amavam. Como o maior desejo de Harry era ter sua família de volta, seu Patrono os aproximava de algum jeito simbólico.
                                  
Lontra (Hermione Granger)

p
Harry Potter e as Relíquias da Morte - parte 2

O talento de Hermione com uma varinha ficou explícito desde suas primeiras aulas- gira e sacode, tudo depende do pulso. O Patrono dela, uma lontra, é um animal esperto e ágil; alguns ficaram conhecidos por fazer malabarismos com pedras. Lontras já apareceram em vários clássicos da literatura inglesa como Tarka, a lontra de Henry Williamson, Ring of Bright Water, de Gavin Maxwell e O vento nos salgueiros, de Kenneth Grahame. Pode apostar que o Patrono de Hermione está em vários livros.

Mas a lontra também refletia um aspecto da personalidade de Hermione que não conhecíamos. De acordo com o pesquisador e professor de Feitiços do século XVIII Professor Catallus Spangle, o Patrono 'representa aquilo que está oculto, desconhecido mas necessário dentro da personalidade de um indivíduo. " Para enfrentar algo tão maléfico quanto um Dementador, uma pessoa deve "utilizar recursos que ele ou ela poderia nunca ter precisado e o Patrono é o segredo despertado que estava adormecido até que seja necessário."

O lado despreocupado de Hermione normalmente estava enterrado por baixo de pilhas intermináveis de dever de casa mas o Patrono dela saltitava por aí brincando sem uma preocupação sequer.

"O Patrono de Hermione, uma lontra prateada, estava saltitando ao redor dela. "Eles são uma graça, não são?", ela disse, olhando para ele com carinho."
(Harry Potter e a Ordem da Fênix)

Jack Russell Terrier (Rony Weasley) 



“- Se você quiser matar Harry, terá que nos matar também! – disse impetuosamente, embora o esforço de ficar de pé tivesse acentuado sua palidez e ele oscilasse um pouco ao falar.”
(Harry Potter e o Prisioneiro de Akzaban)

Terriers são cachorros pequenos que frequentemente superestimam seu próprio tamanho e força. Totalmente destemidos, irão latir furiosamente em qualquer coisa que virem como ameaça, não importa que as chances estejam desfavoráveis. Rony Weasley frequentemente demonstrava essa característica ao proteger Harry de um foragido condenado enquanto se apoiava em uma perna quebrada e defendia a honra de Hermione com uma varinha quebrada, o que resultou em um surto de vomitar lesmas. 

Teimoso e premeditado como o Jack Russell pode ser (lembra da birra épica dele durante Cálice de Fogo?) ter um cachorro como Patrono é um sinal garantido de um amigo leal. Pegue Sirius Black por exemplo, um personagem sintonizado com seu lado canino. Sirius era extremamente leal aos seus amigos, à suas causas e ao seu afilhado Harry, com quem ele lutou até o final. Mesmo se Rony vacilasse, ele sempre retornava com uma ferocidade renovada. O melhor amigo do homem, sem dúvida. 

Lebre (Luna Lovegood)

Harry Potter e a ordem da fenix

A frase "maluco como uma lebre de março" poderia ter descrito bem Luna Lovegood, que tinha um relacionamento interessante com seu Patrono. A lebre tem uma forte associação com a Lua, com "a lebre encarando a Lua" sendo um símbolo em algumas crenças pagãs. O quão interessante é que o nome de Luna tenha origem latina, significando Lua. 

Apesar de alguns Patronos revelarem uma qualidade oculta ou reprimida em seu conjurador, Luna sempre parecia estar sincronizada com suas emoções. O seu apelido ´´Di-Lua´´, vem da palavra lunático ou da loucura- uma condição que uma vez se acreditou ser causada pela Lua cheia. O Patrono dela mostra que ela está orgulhosa de ser ela mesma, não importa o que mais ninguém diga.

Outra personagem cujo Patrono se assemelhava à uma lebre era Ninfadora Tonks, cuja forma original de Patrono era um coelho selvagem. Como Luna, Tonks era uma espírito livre, que não se importava com o que as pessoas pensavam sobre suas atitudes, modo de vestir ou cores de cabelo. Lógico, seu Patrono mudou (como eles às vezes fazem) uma vez que ela se apaixonou por Remo Lupin, virando um lobo.

Javali (Ernesto MacMillan)
Ernie Macmillan. © JKR/Pottermore Ltd.™ Warner Bros.

"Ernesto MacMillan se levantou na mesa da Lufa-Lufa e gritou: 'E se nós quisermos ficar e lutar ?"
(Harry Potter e as Relíquias da Morte)

Ernesto pode ter sido um Monitor pomposo às vezes; Harry não ficou impressionado com sua atitude durante todo o lance do "Herdeiro de Salazar Sonserina" e nada que ele dissesse parecia mudar o pensamento de Ernesto. Você pode dizer que ele era meio "cabeça-dura". 

Mas no fundo, Ernesto MacMillan era uma alma corajosa, como demonstrado por sua ânsia de se juntar ao combate na Batalha de Hogwarts. Ele usou seu Patrono javali durante a batalha para salvar Harry, Rony e Hermione. Como o javali simboliza o guerreiro em muitas culturas, parece propício que Ernesto tenha liderado a defesa em Hogwarts. 

Então, você concorda? Ou você tem alguma própria teoria sobre Patronos?
E lembre-se, você pode descobrir o seu aqui