Um dia na vida de um coadjuvante de Animais Fantásticos e Onde Habitam

0 Comments

Se você precisar de alguém para fingir que comeu um sanduíche no contexto de um filme mágico, me chame.Me profissionalizei nessa área.

Minha performance como Mulher Não-Mágica em Animais Fantásticos já está provocando rumores de Oscar. Talvez você me veja alguns metros atrás da cabeça de Colin Farrell, numa perfomance que minha mãe descreve como "inacreditavelmente comovente." Provavelmente.

Honestamente, foi um prazer trabalhar como um extra. Ainda mais divertido, cá entre nós, para uma jornalista posando de coadjuvante. Colleen Atwood me vestiu, Fae Hammond fez minha maquiagem, David Yates dirigiu Ezra Miller na mesma sala que eu. Foi uma honra participar em uma das histórias de J.K. Rowling.
OK, agora que eu disse todas as partes boas, deixe-me contar como é um dia na vida de um coadjuvante.Suba nos meus sapatos de salto alto e reviva a experiência comigo.

Terça-feira. Frio. Cinza. Ventando terrivelmente forte.

14:03

Chegada nos Estúdios da Warner Bros. Entrego meu celular ao segurança e imediatamente me sinto libertada do meu vício no Twitter. Entre numa mini-van. Consolo um homem que está rezando para que os maquiadores não tirem o bigode dele.

14:11

Cheia de roupas modernas. Espero parada enquanto uma menina chamada Jess te veste num vestido preto e dourado, meia-calça e um casaco de pele. Arranjo problema com uma tal de Joy por chamar as roupas de velhas ao invés de vintage. Desculpa, Joy

2:41

Sento na cadeira de maquiagem e observo enquanto meu cabelo desaparece em um coque dos anos 20 com ondas.Não pisco quando um designer chamado Lou pinta cachos no seu rosto com cola de verdade. Pintam sobrancelhas e lábios em mim.

16:04

Espero em uma fila pela coordenadora de figurino, Colleen Atwood, para checar cada detalhe da sua roupa. Espero excitadamente enquanto ela acha um chapéu preto beret das fileiras de chapéu vintage. Fico tão feliz quando ela coloca um par de óculos de tartaruga no seu rosto e alguém grita: ´´Você poderia ser a tia de Harry Potter com um desses``

16:11

Espero em uma sala gigante com outros cem extras. Como biscoitos, faço chá e tento entender o homem com sotaque de Boston falando com seu verdadeiro tom de voz. Leio os mistérios de Sherlock Holmes e e ouço as histórias de vida das pessoas.

18:35

Sigo instruções de um diretor-assistente, espero novamente na fila para inspeção do figurino. Amarro meu cabelo em um cachecol roxo para protegê-lo da chuva. Ando cuidadosamente pela lama de Nova York até chegar ao set de filmagens. Espero do lado de fora do restaurante The Diner.

18:39

Sento em um banco ao lado de dois coadjuvantes em ternos pretos. Rapidamente sugiro que finjamos sermos um espião, um professor e um detetive particular.

18:47

Cutuco o sanduíche de salami na minha frente para ver se é real. Aceito uma oferta para checar se uma Coca é verdadeira. Ambas são.

18:59

Pratico minha voz falsa.

19:01

Enfio um punhado de Skittles dentro da boca como um ninja confeiteiro.

19:12

Tento não ruborizar quando Ezra Miller e Colin Farrell entram na sala.

19:13

Fico bem quieta. Economizo qualquer resquício de voz para cenas filmadas depois. Falo algumas palavras para estranhos.

19:15

Olho por cima dos meus copos várias vezes como alguém que realmente usa óculos na vida real.

20:10

Movo o alface para o outro lado do prato em um movimento significativamente emocionante.

20:11-21:40

Alterno entre uma atuação discreta nos bastidores, esperando, sussurrando sem produzir algum som, assistindo David Yates dirigir os atores, ouvindo os cameramen conversarem, permitindo os maquiadores retocarem seu batom e se perguntando que horas, dia e mês são.

22:24

Volto para o camarim de maquiagem. Encontro pessoas conversando em sussurros. Somos evacuados da tenda porque há ventos colossais ameaçando derrubar tudo. Tiro os 23 bobs do meu cabelo e o batom na van.

23:59

Pego o trem de volta para casa. Leio um e-mail pedindo para voltar no próximo dia.

O dia seguinte. Uma quarta-feira em novembro. Frio.Ventando para caramba.

14-16

Repete

Meia noite  e quarenta

Volto para casa. Removo a cola do rosto.Caio no sono de maquiagem. Sonho com bruxos.

Aí está. Um dia na vida de um coadjuvante em Animais Fantásticos.


(Texto traduzido pela nossa tradutora Clara Monnerat)


Tecnologia do Blogger.