Detalhes da cena da caverna em "Enigma do Príncipe" são revelados!

0 Comments
Descrição
"Harry Potter e o Enigma do Príncipe"
Rachezee - The-Leaky-Cauldron


Dumbledore encontra Harry no topo da torre de Astronomia e eles aparatam para fora da caverna. Enquanto eles estão saindo, Harry fica surpreso de eles poderem aparatar de dentro dos terrenos de Hogwarts, e Dumbledore fala algo parecido com "Essa é a vantagem de ser o diretor".

A cena de eles aparatando, apesar de ser levemente não terminada, foi, apesar disso tudo, absolutamente de tirar o fôlego. Rochedos e ondas gigantes dominaram a cena. Dumbledore guia eles no caminho para a anti-câmara e corta a mão dele (para os fãs de Jornada nas Estrelas – ele faz isso como os Klingon – reto transversalmente na parte de entro da mão). A parede desintegra-se e Dumbledore explica para o Harry que Voldemort deve ter armado defesas em volta de Horcrux.

A caverna é muito diferente do que eu imaginei e de todas as fanarts que eu vi, mas ainda tem um visual frio e espantoso. Me lembrou um pouco uma caverna normal misturada com o lugar com cristais de gelo que o Super-Homem vai nos filmes. A caverna inteira é uma vasta formação de enormes cristais irregulares e ásperos, salientando-se do teto, das paredes do chão.

Eles encontram o caminho até a água e Dumbledore adverte Harry para não tocar nela e ele começa a trazer o barco com mágica. Então, ele faz Harry bobinar ela em uma corrente muito longa e pesada.

A ilha é uma formação de cristais assim como a bacia. Agora a única coisa realmente sem graça e não espetacular dessa cena toda é que eles usam uma grande casca de marisco branca parcialmente embutida em uma pequena pedra para tirar com concha a poção. Em minha opinião ficou meio bobo. Dumbledore diz pro Harry forçar ele a tomar a poção e Gambon mais uma vez faz uma performance um pouco melhor que o comum quando é forçado a tomar a poção.

Quando está indo para o fim você pode ouvir bem de leve Dumbledore resmungar algo como "Por favor, não machuquem eles, é tudo minha culpa". Mas era quase inaudível e eu duvido que alguém que não tenha lido o livro conseguiu pegar essa fala. Então depois da última concha ter sido tomada, Gambon volta para sua atuação pobre e não estudada e diz com força demais: "Harry, água".

Mas, primeiro, Harry retorna à bacia e recupera o medalhão e, no fundo, podemos ouvir Dumbledore dizer "Harry, água" ficando um pouco mais fraco a cada vez que diz. Harry tenta preencher a bacia com água com o feitiço Aguamenti, mas não consegue obter a água com aquela concha idiota. Depois de tentar várias vezes e Dumbledore começar a cair ele vai para o lago para preenchê-la lá.

De repente, a luz que emanava da ilha com a bacia se apaga, e Harry acende sua varinha (mas infelizmente com o feitiço inexistente Lumus Maxima), e lentamente aponta a colher até a água do lago. No momento em que ele toca, uma mão o alcança e agarra o punho de Harry. A platéia toda saltou de medo.

Harry tenta afastar dos Inferi com todos os feitiços que nós o ouvimos tentar nos livros. Mas, no final ele é puxado para baixo da água.

Antes de continuar, devo dizer que a cena do Inferi foi uma das mais espetaculares do filme. Eles se pareciam um pouco com uma versão mais recente dos Dementadores, mas com formas muito mais humanas e em tons marrons. Receio que não estou descrevendo-os bem, porque eles foram verdadeiramente assustadores para se ver. Os ângulos da câmera capturaram a cena de Harry tentando desesperadamente se defender e defender Dumbledore dos Inferi enquanto eles escalavam para dentro da ilha, de todos os ângulos diferentes, e o grande número deles acaba ultrapassando Harry e ele é puxado para as profundezas do lago.

Enquanto Harry está em baixo da água, o ponto de vista que temos é de, a partir de baixo, ele olhando para cima e também podemos ver toda a ilha. De repente o Inferi que segurava Harry o solta e ele nada até a superfície coberta de chamas ferozes.

O "anel de fogo" que Dumbledore evoca é uma visão incrível, muito mais do que eu acho que alguém tenha imaginado nos livros, mas incrivelmente espetacular. Harry e Dumbledore sobem de volta ao barco, e então a cena corta para Harry ajudando Dumbledore através da caverna.

As falas muito esperadas (estou parafraseando) "Não se preocupe senhor, eu vou nos levar de volta" e Dumbledore respondendo "Não estou preocupado, estou com você" são ditas. Muito bem executado por Radcliffe embora um pouco mal, na minha opinião, por Gambon, que claramente não sabe o valor emocional significativo que nós fãs sabemos que essas falas têm.

Então eles aparatam de volta para a torre de Astronomia. Não existe marca negra no céu. Mas, na mesma hora em que Dumbledore diz que precisa de Severo e não de Madame Pomfrey, eles escutam um tumulto e Dumbledore ordena Harry a se esconder e não interferir. Uma ordem que no livro nunca seria seguida por Harry, mas que no filme ele obedeceria. Harry vai para baixo do piso de madeira da torre de onde Dumbledore está, onde é possível ver tudo através de grandes espaços entre as madeiras. Draco chega e Tom faz um brilhante trabalho de um garoto que tenta ser temível e ao mesmo tempo com medo. Algumas frases do livro são batidas por Dumbledore, diz algo do tipo "Draco, você não é um assassino". Então, os Comensais da Morte aparecem todos mascarados, exceto Belatriz e Greyback. Belatriz urra para apressar o que Draco tivesse que fazer, porém, sua varinha abaixa calmamente.

Enquanto isto, de baixo do chão, Harry, que está vendo aterrorizado e com sua varinha pronta, está muito perto de Snape, que também tem em mãos sua varinha e leva os dedos até os lábios para se certificar que estava quieto. Minha descrição não captura a cena bem o bastante, mas fiquei surpresa em ver que meu coração estava partido, talvez porque eu sabia o que iria acontecer quando Snape aparecesse lá. Snape aparece calmamente acima, e Dumbledore, com até muita força, diz: "Severo, por favor".

E Snape faz o Avada Kedrava, e Belatriz fica empolgada. A cena em que Dumbledore é levado pelo ar infelizmente está inacabada porque nós o vemos no ar e do nada, cai ao lado da torre, mas não há nenhum movimento ainda. Ele está parado em ambas as cenas. Tenho certeza que mais efeitos especiais serão adicionados mais tarde. Então, Belatriz conjura a Marca Negra (outra maravilhosa atualização nos efeitos especiais com uma fumaça preta em forma de crânio e uma língua de cobra). Todos os Comensais da Morte fogem, destruindo um pouco do castelo com euforia no caminho. Não existe batalha dentro de Hogwarts e o único a persegui-los é Harry.

Não pude ver nem Amico nem Alecto. Ah, e também não tem Rosmerta. Esqueci de dizer antes.

Sim, os Comensais da Morte põem fogo na cabana de Hagrid e a cena em que eu já descrevi antes acontece entre Harry e Snape. Harry volta e descobre a escola inteira em volta do corpo de Dumbledore. McGonagall na frente, completamente imóvel e em silêncio. Harry se ajoelha ao lado de Dumbledore, tira o cabelo de seu rosto e acha o medalhão, mas não o abre. Agarrando o medalhão fortemente, Gina o abraça também chorando. Seguindo os comandos de McGonagall, todos acendem a luz de suas varinhas (acho que todos murmuram algo em um único som, mas não lembro o que era) e calmamente as levantam no ar como uma só. A última parte da cena é vista de cima com todas as varinhas arrodeando a torre, Dumbledore, Harry e Gina.


Tecnologia do Blogger.