O Fim de Voldemort

0 Comments

No último livro, Harry Potter e as Relíquias da Morte, Harry descobre a lenda das Relíquias da Morte, que pertenceram a três irmãos, os Irmãos Peverell, e que ele era descedente de um deles, Ignoto Perevell. Ele já tinha uma delas: A verdadeira Capa da Invisibilidade.

Quando Snape está morrendo, entrega a Harry um frasco com as suas memórias. É então que Harry descobre que é uma das Horcruxes de Voldemort e que teria que morrer antes que ele pudesse ser morto. Lembrou então dos dizeres do Pomo de Ouro que Dumbledore lhe dera, de herança: "Abro no fecho". O fecho seria a sua morte. Assim, aproximou o pomo da boca e falou: "Estou prestes a morrer". O pomo se abriu, e assim Harry conseguiu a segunda Relíquia: A pedra da Ressureiçao.

Foi, então, a encontro de Voldemort, e se deixou ser morto. Descobriu então que ele jamais poderia matá-lo, pois uma vez que tinha o seu sangue, enquanto ele viver, Harry também viverá. Porém, o pedaço de alma de Voldemort que existia nele morreu. Se fingiu de morto, e, no Castelo de Hogwarts, revelou que estava vivo. A esta altura, Neville Longbottom já tinha matado Nagini, a última horcrux, e Molly Weasley matara Bellatrix Lestrange.

Harry revelou aos poucos tudo que havia descoberto nas últimas horas a Voldemort, inclusive que a varinha que Voldemort usava, a Varinha das Varinhas, a última Relíquia, não poderia ser usada contra ele, uma vez que era seu mestre. Então Voldemort lançou um Avada Kedavra em Harry, ao passo que ele lançou um Expelliarmos. O feitiço fez o Avada Kedavra ser refletido matando, enfim, o Lorde das Trevas.



Tecnologia do Blogger.