BEM VINDO À SONSERINA!

0 Comments

Parabéns! Eu sou a monitora-chefe Gemma Farley, e eu estou encantada em dar-lhe as boas vindas a CASA SONSERINA. O nosso emblema é a serpente, a mais sábia das criaturas; A cores de nossa casa são o verde-esmeralda e o prata, e o nosso Salão Comunal está por trás de uma entrada escondida a baixo das masmorras. Como você verá, as janelas nos mostram o fundo do lago de Hogwarts. Muitas vezes podemos ver a Lula Gigante por aqui - e outras vezes mais criaturas interessantes. Nós gostamos de sentir que nossa moradia possui uma aura misteriosa, um naufrágio.


Agora, há coisas sobre a Sonserina as quais você deve saber – outras deverá esquecer.

Em primeiro lugar, vamos desmitificar alguns mitos. Você pode ter ouvido rumores sobre a Sonserina - que estamos todos nas Artes das Trevas, e só irão falar com você se o seu bisavô era um bruxo famoso, e besteiras como essa. Bem, você não quer acreditar em tudo que ouve das casas concorrentes. Não estou negando que nós produzimos a nossa quota de bruxos das trevas, mas assim como tem nas outras três casas - eles simplesmente não gostam de admitir isso. E sim, nós temos, tradicionalmente a tendência a levar os alunos que vêm de longas filas de bruxas e bruxos, mas hoje em dia você vai encontrar muitas pessoas na Sonserina que têm pelo menos um pai trouxa.

Aqui está um pequeno fato que as outras três casas não gostam de revelar: Merlin era da Sonserina. SIM! Aquele Merlin, o mais famoso bruxo da história. Ele aprendeu tudo o que sabia nessa casa. Você gostaria de seguir os passos de Merlin? Ou você prefere sentar-se à mesa velha do que ilustre ex-Lufa-Lufa, Eglantine Puffett, inventor da Auto-ensaboar Dishcloth?

Eu não penso assim

Mas isso é o suficiente sobre o que não somos. Vamos falar do que somos, a casa mais legal e nervosa nesta escola. Nós jogamos pra ganhar, pois nós nos preocupamos com as honras e tradições da Sonserina.

Nós também obtemos o respeito dos nossos colegas. Sim, alguns dizem que o respeito pode ser tingido com medo, por causa de nossa má reputação, mas você sabe o quê? Pode ser divertido, tendo por reputação andar no lado selvagem. Jogar fora algumas dicas que você tem acesso a uma biblioteca inteira de maldições, e ver se alguém se sente como cortando sua caixa de lápis.

Mas não somos más pessoas. Somos como nosso símbolo, a serpente, elegante, poderosa e frequentemente incompreendida.

Por exemplo, nós, Sonserinos, cuidamos de nós mesmos – o que é mais do que você pode dizer dos Corvinos. Além de ser o maior grupo de esforçados que já conheci, Corvinos são famosos por subirem uns sobre os outros para alcançarem boas notas, enquanto nós, Sonserinos, somos irmãos. Os corredores de Hogwarts podem vomitar surpresas para os incautos, e você ficará satisfeito em ter as Serpentes do seu lado enquanto se move pela escola. Tanto quanto estamos preocupados, uma vez que você se torna uma cobra, você é um dos nossos – um da elite.

Você sabe o porque Salazar Sonserina procurava nos seus alunos escolhidos? A semente da grandeza. Você foi escolhido para esta casa pois tem o potencial para ser grande, no verdadeiro sentido da palavra. Tudo bem, você pode ver par de pessoas rondando o Salão Comunal e você pode pensar que eles não são destinados a nada em especial. Bem, guarde isso pra você; Se o Chapéu Seletor os colocou aqui, há algo grande sobre eles, não se esqueça disso.

E falando de pessoas que não são destinados para a grandeza, eu não mencionei os Grifinórios. Agora, um monte de gente diz que Sonserina e Grifinória representam dois lados da mesma moeda. Pessoalmente, acho que Grifinórios não são nada mais do que aspirantes a Sonserina. Lembre-se, algumas pessoas dizem que Salazar Sonserina e Godric Grifinória valorizavam os mesmos tipos de estudantes, então talvez nós sejamos mais semelhantes do que nós gostamos de pensar. Mas isso não significa que nos aconchegamos com Grifinórios. Eles gostam de bater-nos apenas um pouco menos do que nós gostamos de espancá-los.

Mais algumas coisas que você precisa saber: nosso fantasma da casa é o Barão Sangrento. Se você ficar no lado direito dele, às vezes ele vai concordar em assustar as pessoas para você. Só não perguntar como ele ficou manchado de sangue; ele não gosta.

A senha para o Salão Comunal muda a cada quinzena. Fique de olho no quadro de avisos. Nunca traga alguém de outra casa em nosso Salão Comunal ou diga-lhes a nossa senha. Nenhum forasteiro entrou por mais de sete séculos.

Bem, eu acho que isso é tudo por agora. Tenho certeza que você vai gostar dos nossos dormitórios. Nós dormimos em antigas camas de quatro colunas com cortinas de seda verde, e colchas bordadas com fios de prata. Tapeçarias medievais que retratam as aventuras de famosos sonserinos cobrem as paredes, e lanternas de prata pendurados nos tetos. Você vai dormir bem; é muito reconfortante, escutando a água do lago batendo contra as janelas à noite.

--*--

"Congratulations! I’m Prefect Gemma Farley, and I’m delighted to welcome you to SLYTHERIN HOUSE. Our emblem is the serpent, the wisest of creatures; our house colours are emerald green and silver, and our common room lies behind a concealed entrance down in the dungeons. As you’ll see, its windows look out into the depths of the Hogwarts lake. We often see the giant squid swooshing by – and sometimes more interesting creatures. We like to feel that our hangout has the aura of a mysterious, underwater shipwreck.
Now, there are a few things you should know about Slytherin – and a few you should forget.

Firstly, let’s dispel a few myths. You might have heard rumours about Slytherin house – that we’re all into the Dark Arts, and will only talk to you if your great-grandfather was a famous wizard, and rubbish like that. Well, you don’t want to believe everything you hear from competing houses. I’m not denying that we’ve produced our share of Dark wizards, but so have the other three houses – they just don’t like admitting it. And yes, we have traditionally tended to take students who come from long lines of witches and wizards, but nowadays you’ll find plenty of people in Slytherin house who have at least one Muggle parent.
Here’s a little-known fact that the other three houses don’t bring up much: Merlin was a Slytherin. Yes, Merlin himself, the most famous wizard in history! He learned all he knew in this very house! Do you want to follow in the footsteps of Merlin? Or would you rather sit at the old desk of that illustrious ex-Hufflepuff, Eglantine Puffett, inventor of the Self-Soaping Dishcloth?

I didn’t think so.

But that’s enough about what we’re not. Let’s talk about what we are, which is the coolest and edgiest house in this school. We play to win, because we care about the honour and traditions of Slytherin.
We also get respect from our fellow students. Yes, some of that respect might be tinged with fear, because of our Dark reputation, but you know what? It can be fun, having a reputation for walking on the wild side. Chuck out a few hints that you’ve got access to a whole library of curses, and see whether anyone feels like nicking your pencil case.

But we’re not bad people. We’re like our emblem, the snake: sleek, powerful, and frequently misunderstood.

For instance, we Slytherins look after our own – which is more than you can say for Ravenclaw. Apart from being the biggest bunch of swots you ever met, Ravenclaws are famous for clambering over each other to get good marks, whereas we Slytherins are brothers. The corridors of Hogwarts can throw up surprises for the unwary, and you’ll be glad you’ve got the Serpents on your side as you move around the school. As far as we’re concerned, once you’ve become a snake, you’re one of ours – one of the elite.

Because you know what Salazar Slytherin looked for in his chosen students? The seeds of greatness. You’ve been chosen by this house because you’ve got the potential to be great, in the true sense of the word. All right, you might see a couple of people hanging around the common room whom you might not think are destined for anything special. Well, keep that to yourself. If the Sorting Hat put them in here, there’s something great about them, and don’t you forget it.

And talking of people who aren’t destined for greatness, I haven’t mentioned the Gryffindors. Now, a lot of people say that Slytherins and Gryffindors represent two sides of the same coin. Personally, I think Gryffindors are nothing more than wannabe Slytherins. Mind you, some people say that Salazar Slytherin and Godric Gryffindor prized the same kinds of students, so perhaps we are more similar than we like to think. But that doesn’t mean that we cosy up with Gryffindors. They like beating us only slightly less than we like beating them.

A few more things you might need to know: our house ghost is the Bloody Baron. If you get on the right side of him he’ll sometimes agree to frighten people for you. Just don’t ask him how he got bloodstained; he doesn’t like it.

The password to the common room changes every fortnight. Keep an eye on the noticeboard. Never bring anyone from another house into our common room or tell them our password. No outsider has entered it for more than seven centuries.


Well, I think that’s all for now. I’m sure you’ll like our dormitories. We sleep in ancient four-posters with green silk hangings, and bedspreads embroidered with silver thread. Medieval tapestries depicting the adventures of famous Slytherins cover the walls, and silver lanterns hang from the ceilings. You’ll sleep well; it’s very soothing, listening to the lake water lapping against the windows at night."




Tecnologia do Blogger.