"Os Contos de Beedle, o Bardo" Trecho

1 Comments



"Quando era pequeno, esta história provocou profunda impressão em mim. A escutei pela primeira vez por minha mãe e prontamente comecei a insistir para que ela lesse antes de dormir. Por esse motivo discutia com freqüência com meu irmão pequeno, Aberforth, cujo conto favorito era "Mumble, a Cabra Suja".

Parece que a moral da história é que os esforços do homem para conseguir impedir ou adiar a morte estão condenados à falha. Apenas o terceiro irmão do conto (o menor, porém o mais sábio) compreende que já escapou uma vez da Morte e o mínimo que pode fazer é atrasar seu próximo encontro. Este irmão menor está ciente de que entre todos aqueles que ridicularizam a Morte (como o primeiro irmão, que usou a violência, e o segundo, que brincou com a misteriosa arte da Necromancia) se encontram contra um adversário em que não sabe como vencer.

O mais interessante neste caso é que quando lenda se envolve com conto de fadas, acaba contradizendo sua mensagem original. De acordo com a lenda, as Relíquias entregadas pela Morte aos três irmãos (a Varinha das Varinhas, a Pedra que devolve a vida e a Capa da Invisibilidade) são objetos invisíveis. A lenda também diz que quem se tornar o legítimo propietário dos três objetos se tornará "Conquistador da Morte" (também chamado de "Senhor da Morte", "Soberano da Morte" e assim por diante...)"
http://noticias.scarpotter.com/data/upimages/beedle_trecho2.jpg

Nota: Aqui termina a página, com uma notação ilegível referindo-se à Necromancia, também escrita por Dumbledore.



Tecnologia do Blogger.