Retrospectiva: Semana Câmara Secreta

0 Comments
O especial Harry Potter da página do Accio News já começou! Como anunciado, cada semana iriamos abordar um livro/filme da saga, trazendo ao decorrer dos dias curiosidades e informações sobre a obra em questão. 



Dia 17 de Abril demos início a semana de "Harry Potter e a Câmara Secreta", e você pode conferir aqui o resumão da semana:


SEREIANOS EM CÂMARA SECRETA

A imagem pode conter: noite e atividades ao ar livre


Nos planos iniciais de Rowling para "Câmara Secreta", Harry e Rony cairiam com o Ford Anglia no Lago Negro ao invés do Salgueiro Lutador, e essa seria a primeira aparição dos Sereianos na saga. 



"No rascunho original da Câmara Secreta, Harry e Rony batem no lago com o Ford Anglia do Sr. Weasley e encontram os sereianos pela primeira vez. Naquela época, eu tinha a vaga ideia de que o lago poderia levar para outros lugares e de que os sereianos poderiam ter um papel mais importante nos livros seguintes, então pensei que Harry deveria ser apresentado aos dois nesse estágio. Contudo, o Salgueiro Lutador ofereceu uma batida mais satisfatória porque causou menos distrações no enredo, servindo posteriormente para outro propósito em Prisioneiro de Azkaban."

Fonte: Pottermore

A HISTÓRIA DA CÂMARA SECRETA

A imagem pode conter: noite


No segundo livro da saga somos introduzidos a lenda da Câmara Secreta, que afirma que Salazar Slytherin deixou seu legado em Hogwarts para seu herdeiro dar seguimento em seus planos.



Sabemos que o Basilisco se locomove em Hogwarts pelo encanamento da escola, mas então fica uma questão: Hogwarts existe a muito tempo antes de inventarem o encanamento, e Salazar era dos primórdios da escola. Como isso é possível?

J.K Rowling revelou detalhes sobre ocorridos com a Câmara Secreta antes de 1992 - ano em que Gina Weasley, possuída pelo diário de Tom Riddle, a abriu. Confira abaixo:

"A Câmara Secreta subterrânea foi criada por Salazar Slytherin sem o conhecimento de seus três colegas fundadores de Hogwarts. Acreditou-se, por muitos séculos, que a Câmara era um mito. Contudo, o fato de rumores sobre sua existência persistirem por tanto tempo só revela que Slytherin falou sobre sua criação e que outras pessoas acreditaram nele, ou tiveram permissão dele para entrar.

Não há dúvida de que cada um dos quatro fundadores buscava estampar sua própria marca na escola de magia e bruxaria, que desejavam ser a melhor do mundo. Definiram que cada um construiria sua própria Casa, por exemplo, escolhendo a localização das salas comunais e dos dormitórios. Entretanto, Slytherin foi mais longe e construiu o que na verdade era uma base pessoal e secreta dentro da escola, acessível apenas a ele mesmo e a quem mais permitisse entrar.

Talvez, ao construir a Câmara, Slytherin não quisesse nada além de um lugar onde instruir seus alunos sobre feitiços que os outros três fundadores poderiam desaprovar (as diferenças entre os quatro logo surgiram no que se referia ao ensino das Artes das Trevas). Contudo, a própria decoração da Câmara deixa claro que, quando a concluiu, Slytherin havia desenvolvido ideias grandiosas sobre sua própria importância na escola. Nenhum fundador construiu para si uma estátua gigantesca ou enfeitou a escola com emblemas de seus poderes pessoais (as cobras entalhadas na Câmara Secreta faziam referência ao poder de Slytherin como ofidioglota).

É certo apenas que, na ocasião em que foi forçado a sair da escola pelos outros três fundadores, Slytherin decidiu que dali em diante a Câmara seria o covil de um monstro controlável apenas por ele – ou por seus descendentes: um basilisco. Além do mais, somente um ofidioglota poderia entrar na Câmara. Isso, sabia ele, afastaria os três fundadores e qualquer outro funcionário da escola.
A existência da Câmara era conhecida pelos descendentes de Slytherin e por aqueles com quem ele decidiu compartilhar a informação. Assim, os rumores permaneceram vivos ao longo dos séculos.
Existe uma clara evidência de que a Câmara foi aberta mais de uma vez entre a morte de Slytherin e a entrada de Tom Riddle na escola, já no século XX.

Quando foi criada, a Câmara era acessada através de um alçapão e vários túneis mágicos. No entanto, quando o encanamento de Hogwarts ficou mais elaborado no século XVIII (um raro exemplo de bruxos copiando trouxas, pois até ali eles simplesmente se aliviavam onde quer que estivessem e faziam a evidência desaparecer), a entrada da Câmara foi ameaçada, pois se localizava no ponto proposto para um banheiro. Naquela época, a presença de um aluno chamado Corvinus Gaunt – um descendente direto de Slytherin que precedeu Tom Riddle – explica como o simples alçapão foi protegido secretamente, para que quem o conhecesse ainda pudesse acessar a entrada da Câmara mesmo após o encanamento moderno ser colocado sobre ele.
Os rumores de que um monstro vivia nas profundezas do castelo persistiram por séculos. E isso se deu porque quem podia ouvir e falar com ele nem sempre foi tão discreto quanto deveria: a família Gaunt não resistia a ostentar seu conhecimento. Já que mais ninguém podia ouvir a criatura deslizando sob as tábuas do assoalho ou, mais tarde, pelo encanamento, pouquíssimas pessoas acreditavam na história e ninguém, até Riddle, ousou soltar o monstro no castelo.

Vários diretores e diretoras, sem falar nos inúmeros historiadores, vasculharam muitas vezes o castelo inteiro ao longo dos séculos, sempre chegando à conclusão de que a câmara era um mito. A razão para o fracasso foi simples: nenhum deles era ofidioglota."

Fonte: Pottermore

O PRIMEIRO ALVO DUMBLEDORE

A imagem pode conter: 10 pessoas, barba


Richard St. John Harris foi ator, diretor teatral, cantor, compositor, escritor e também foi Alvo Dumbledore.



A primeiro momento, Richard não queria aceitar o papel de Alvo Dumbledore. O que o fez mudar de ideia foi sua neta, fã de Harry Potter, que disse que se ele não aceitasse o papel ela nunca mais falaria com ele na vida. 

Richard graciou os fãs de Harry Potter com um Dumbledore extremamente fiel ao dos livros: seriamente divertido, profundamente sereno, com um olhar acolhedor que transparece sabedoria.

Após o término das filmagens de "A Câmara Secreta", Richard adoeceu e foi internado devido a um câncer linfático. Apesar de tudo, quando foi visitado por Chris Columbus (diretor dos dois primeiros filmes de Harry Potter) Richard o ameaçou, falando para ele não dar o papel de Dumbledore para nenhum outro ator.

Infelizmente Richard faleceu dia 25 de Outubro de 2002, aos 72 anos, antes mesmo da estreia de "Harry Potter e a Câmara Secreta", onde interpretava Alvo Dumbledore.

Richard, assim como Dumbledore, estará para sempre no coração daqueles que os acompanharam devido a sua grandeza.

RICHARD HARRIS

Richard não só cativou o público como Alvo Dumbledore nos dois primeiros filmes de Harry Potter, mas também a seus companheiros de elenco.

Confira aqui o vídeo com alguns depoimentos do elenco de Harry Potter sobre Richard Harris.

RIDDLE SCAMANDER

A imagem pode conter: 1 pessoa, filho e close-up


Atualmente, todo potterhead que se preze sabe quem é Eddie Redmayne - ator que, além de ter vencido um Oscar, um Tony e um Globo de Ouro, interpretou Newt Scamander em Animais Fantásticos e Onde Habitam.



Mas Eddie não era tão famoso em 2001, quando fez testes para o papel do jovem Tom Riddle em "Harry Potter e a Câmara Secreta". Sim, Eddie fez teste para ser Tom Riddle! Na época ele ainda fazia faculdade e disse que não foi bem em seu teste, então não foi chamado, mas, como era ruivo, rezava para ser chamado para fazer parte da família Weasley.

Mais de uma década depois, Eddie agora é protagonista de uma saga do mundo mágico de J.K Rowling. O mundo dá voltas, não é mesmo?

O FORD ANGLIA AZUL



O Ford Anglia Azul tem uma simbologia muito forte na vida de J.K Rowling e não aparece na saga atoa.



Na adolescência, Joanne Rowling via sua mãe subumbir cada vez mais a esclerose multipla e a depressão se instalava nela, a fazendo se sentir completamente infeliz. Foi o seu amigo Sean Harris - que possuia um Ford Anglia Azul - que acabou sendo sua fuga. Ele a buscava em sua casa com seu carro azul e, nele, viajavam para show's e bares em Bistrol.

A dedicatória de Câmara Secreta é justamente para ele:

"Para Sean P. F. Harris, motorista de carro de fuga e amigo dos dias tempestuosos."

O ERRO DA EDIÇÃO BRASILEIRA

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Muitos não sabem disso, mas a primeira edição nacional de Harry Potter e a Câmara Secreta possui um erro. 

Nas primeiras edições do livro, quando Harry e Rony visitam Aragogue na Floresta Proibida, em nenhum momento Aragogue cita que a menina morta foi encontrada no banheiro. Isso não seria problema nenhum, porém, mais tarde no livro, Harry diz "Rony, aquela garota que morreu. Aragogue disse que ela foi encontrada no banheiro. E se ela nunca saiu do banheiro? E se ela continua lá?"

E se você volta algumas páginas, repara que isso nunca foi dito. 



O que acontece é que a frase em que Aragogue diz isso foi "comida" - ela simplesmente não está presente nas primeiras edições em português, mesmo estando presente na edição original em inglês.



Mais tarde, isso foi corrigido, e relançaram o livro contendo a frase onde Aragogue afirma que a menina morta foi encontrada no banheiro.

A CENA PÓS CRÉDITOS

Harry Potter e a Câmara Secreta e o único filme da saga que possui cena pós créditos. 
Confira aqui a Cena Pós créditos

GILDEROY LOCKHARTS

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up


Hugh Grant foi a primeira escolha para interpretar Gilderoy Lockharts em Harry Potter e a Câmara Secreta, e ele aceitou o papel. Porém, antes mesmo das gravações começarem ele percebeu que haveria conflitos de agenda, pois Hugh tinha outros projetos, e então ele acabou deixando o papel de lado.

O papel acabou ficando com Kenneth Branagh, que interpretou magnificamente o professor Lockharts nas telonas.

FLOREIOS E BORRÕES X OLIVARAS

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Você sabia que o cenário da livraria Floreio e Borrões em Harry Potter e a Câmara Secreta nada mais é do que o cenário da loja de varinhas Olivaras de Harry Potter e a Pedra Filosofal redecorado?


MADAME HOOCH

A imagem pode conter: 1 pessoa, listras e close-up


Zoë Wanamaker, atriz que interpretou Madame Hooch em Harry Potter e a Pedra Filosofal estaria presente também no segundo filme da saga. Porém, sua participação era muito pequena - assim como seu cachê - e a atriz decidiu não participar.

O personagem acabou sendo descartado e nunca mais apareceu em nenhum filme, o que acabou não fazendo muita diferença, pois Madame Hooch não tem nenhum destaque nem mesmo nos livros.


O BRAÇO QUEBRADO DE EMMA

Você sabia que no período das gravações de Harry Potter e a Câmara Secreta Emma Watson quebrou o braço?
Mesmo com o braço quebrado, Emma não deixou de gravar suas cenas. Isso é perceptível na cena onde Hermione, Harry e Rony tomam a Poção Polissuco. As vestes de Hogwarts cobriram o gesso, mas se reparar com atenção, verá que Emma quase não movimenta seu braço esquerdo.

Confira a cena aqui

E este foi o conteúdo que reunimos sobre "Harry Potter e a Câmara Secreta". A partir de amanhã, dia 24 de Abril, daremos início a semana de O Prisioneiro de Azkaban, trazendo informações e curiosidades sobre o terceiro livro e filme da saga. Lembrando que todas as postagens do especial virão com a tag #EspecialPrisioneiroDeAzkaban

Fiquem ligados na Accio News!


Tecnologia do Blogger.