Lily in PotterDay

0 Comments
Especial Potterday | Texto: Michelli Mortari
"Harry, fique seguro. Seja forte"...

Essas foram minhas últimas palavras ao pedacinho de vida mais precioso do mundo, meu filho. Era noite quando o mal chegou à nossa porta. Meu pequeno mundo de segurança se resumia em uns poucos amigos e meu marido, Tiago. Embora estivéssemos fugindo e nos abrigando com feitiços, Voldemort nunca descansava. 

Eu era a mulher mais feliz do mundo nesse último ano, completa e realizada, mas sempre tive medo da profecia. O meu dia das bruxas havia começado com Tiago fazendo compras e Harry voando pela casa. Parecia tudo perfeito até aquela batida na porta. Eu não precisava descer as escadas pra saber quem era. Meu instinto materno me fez correr para o quarto de Harry assim que vi um reflexo de luz verde. Meu amado. Meu companheiro...

Mas havia alguém que eu precisava proteger mais que minha própria vida. 

Harry.


Eu não pude impedir as lágrimas de caírem enquanto empilhava coisas e móveis na porta numa tola tentativa de manter Voldemort afastado. Meu pequeno já estava no berço e chorou assustado. Me aproximei e fiz um carinho nele, sentindo todo meu mundo desabar, e o com o coração despedaçado disse-lhe minhas últimas palavras e o quanto o amava. E então ele chegou. Num impulso de coragem eu me virei e me ofereci em troca de Harry. A varinha em algum lugar da casa. Eu não tinha mais nada a oferecer. E a luz veio sem piedade. Me lançou ao chão ao lado do berço enquanto um eco ficava mais fraco em minha mente, o meu desejo, meu amor maior: Harry.




Tecnologia do Blogger.