[COLUNA] Um olhar potteriano sobre Londres

0 Comments
Caros amigos e fãs dessa maravilhosa saga, na última semana um dos meus amigos esteve em Londres e pode acompanhar, in loco, a apresentação da peça de 'Harry Potter and the Cursed Child', pedi então para que ele fizesse um breve comentário sobre as suas experiências em Londres pra gente, peguem suas varinhas, abram os olhos e...



JURO SOLENEMENTE NÃO FAZER NADA DE BOM.

Imagine um fã de Harry Potter. Agora imagine um fã de Harry Potter que decide viajar para Londres com o principal objetivo de assistir ao espetáculo “Harry Potter and the Cursed Child”. Esse sou eu. Achei uma promoção aérea e comprei as passagens. Não tinha férias agendadas, não tinha ingresso para a peça, não tinha nada da viagem planejado. Eu só sabia que iria.
Quem acompanha as notícias sobre a peça sabe que os ingressos estão esgotados para o ano todo. Eu não perdi as esperanças. Dia após dia, eu acompanhava no site de vendas para ver se teria alguma desistência durante minha estadia no país. Para a minha sorte, Merlin me ouviu e eu consegui os ingressos. Assistiria à parte 1 (o espetáculo tem 2 partes, com cerca de 2h20 de duração cada uma) exatamente no dia em que eu chegaria em Londres.
Depois de mais de 20 horas de viagem, lá estava eu, mais perto de Hogwarts do que eu jamais sonhara estar. Eu nunca tinha ido à Europa, então estar em Londres era uma espécie de universo paralelo que eu viveria intensamente. Especialmente porque minha viagem começou com uma imersão completa no universo Harry Potter. Foi só ao chegar à região do teatro, ver os cartazes, a entrada temática, que eu realmente acreditei no que estava acontecendo. Eu tinha conseguido.
Entrei no teatro, me acomodei e me “preparei” para assistir ao que seria a peça mais impactante de toda a minha vida. Sou ator, assisto muito teatro, então dizer isso não significa qualquer coisa. Me “preparei” entre aspas porque não é possível se preparar para o que te aguarda. Toda a magia acontece bem ali, na sua frente. (/pequenos spoilers) Bruxos voam, duelam, usam pó de flu, se transfiguram, tomam poção polissuco, nadam, tudo ali, a poucos metros de você. O elenco é maravilhoso, os milhares de cenários (Expresso de Hogwarts, Hogwarts (diversas salas), Ministério da Magia, Floresta Proibida, Godric’s Hollow etc. etc. etc. aparecem e reaparecem com uma facilidade impressionante, e você sai da peça simplesmente abismado com tudo o que aconteceu na sua frente (/fim dos pequenos spoilers). (/jabá) Para quem quiser um review bem detalhado, postarei muito em breve no meu blog. (/fim do jabá).
Além do espetáculo, Londres é um prato cheio para os fãs de HP: diversos cenários dos filmes podem ser visitados, além do incrível tour pelos estúdios da Warner em que foram gravados os filmes, disponível em Watford. Vale MUITO à pena. Você irá ver locações originais (Salão Principal, Beco Diagonal etc.), figurinos, cenários, depoimentos, histórias, objetos cênicos, enfim, é um mundo mesmo. Se tiver oportunidade de ir a Oxford, também é uma boa pedida. O lugar inspirou bastante J.K. Rowling e dá pra sentir isso caminhando pelas ruas da cidade.


MALFEITO FEITO.


O nome desse aventureiro é Álvaro Dyogo, para conhecerem um pouco mais sobre ele cliquem no seu nome, ou, neste link aqui, que levará para o seu blog, onde mais pra frente ele deverá postar mais coisas sobre a viagem.












Tecnologia do Blogger.