O quê um Patrono pode dizer sobre um personagem?

0 Comments
Eles são ótimos em perseguirem Dementadores. Mas eles também são ótimos em revelar segredos sobre as pessoas que os conjuraram. 

Texto: Pottermore (link original) | Tradução: Clara Monnerat
© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.


Um Patrono é intrinsecamente ligado à personalidade do bruxo ou da bruxa, apesar de nem sempre assumir a forma que seria esperado. Por exemplo, é bem incomum que ele seja o animal favorito de quem o conjurou mas é bem possível que irá assumir a forma de uma criatura que eles nunca viram nem ouviram falar.

Mas o quê eles significam? Tudo depende da interpretação. Felizmente, nós, Trouxas, temos praticado simbolismo de animais há séculos e vários dos Patrono lançados pelos personagens de Harry Potter tem sido criaturas significantes em mito, folclore, religião e literatura. 

Vamos olhar para os Patronos pertencentes à cinco membros da Armada de Dumbledore e ver o que podemos deduzir a respeito deles...

Cervo (Harry Potter)

© JKR/Pottermore Ltd. ™ Warner Bros.

 — É verdade — interrompeu a garota, com a longa trança nas costas, olhando para Harry — que você é capaz de produzir um Patrono?
Correu um murmúrio de interesse pelo grupo quando ela disse isso.
— Sou — confirmou Harry, ligeiramente na defensiva.
(Harry Potter e a Ordem da Fênix) 

 A habilidade de Harry de produzir um Patrono corpóreo inspirou alunos a se inscreverem no então sem nome grupo de Defesa contra as artes das trevas. Como seu líder, o cervo era um símbolo adequado.

Tradicionalmente visto como o "Rei da Floresta", o cervo é o protetor dos outros animais. Harry ajuda seus alunos ensinando-os tudo o que sabe sobre magia defensiva e frequentemente se lança no perigo para salvar os outros, como Gabrielle Delacour no Lago Negro ou Sirius Black no Departamento de Mistérios Como Hermione exemplificou em palavras, Harry tinha uma "mania de salvar as pessoas."

O cervo também tem outros significados simbólicos. Conforme sua galhada cai e recresce anualmente, é considerado um símbolo de renascimento e ressurreição. Bem apropriado - Harry é, afinal das contas, o Menino que Sobreviveu.

Os pais de Harry também compartilhavam Patronos relacionados ao cervo - o de Tiago era um veado e o de Lílian era uma corça. Ambos morreram enquanto tentavam proteger aqueles que amavam. Como o maior desejo de Harry era ter sua família de volta, seu Patrono os aproximava de algum jeito simbólico.
                                  
Lontra (Hermione Granger)

p
Harry Potter e as Relíquias da Morte - parte 2

O talento de Hermione com uma varinha ficou explícito desde suas primeiras aulas- gira e sacode, tudo depende do pulso. O Patrono dela, uma lontra, é um animal esperto e ágil; alguns ficaram conhecidos por fazer malabarismos com pedras. Lontras já apareceram em vários clássicos da literatura inglesa como Tarka, a lontra de Henry Williamson, Ring of Bright Water, de Gavin Maxwell e O vento nos salgueiros, de Kenneth Grahame. Pode apostar que o Patrono de Hermione está em vários livros.

Mas a lontra também refletia um aspecto da personalidade de Hermione que não conhecíamos. De acordo com o pesquisador e professor de Feitiços do século XVIII Professor Catallus Spangle, o Patrono 'representa aquilo que está oculto, desconhecido mas necessário dentro da personalidade de um indivíduo. " Para enfrentar algo tão maléfico quanto um Dementador, uma pessoa deve "utilizar recursos que ele ou ela poderia nunca ter precisado e o Patrono é o segredo despertado que estava adormecido até que seja necessário."

O lado despreocupado de Hermione normalmente estava enterrado por baixo de pilhas intermináveis de dever de casa mas o Patrono dela saltitava por aí brincando sem uma preocupação sequer.

"O Patrono de Hermione, uma lontra prateada, estava saltitando ao redor dela. "Eles são uma graça, não são?", ela disse, olhando para ele com carinho."
(Harry Potter e a Ordem da Fênix)

Jack Russell Terrier (Rony Weasley) 



“- Se você quiser matar Harry, terá que nos matar também! – disse impetuosamente, embora o esforço de ficar de pé tivesse acentuado sua palidez e ele oscilasse um pouco ao falar.”
(Harry Potter e o Prisioneiro de Akzaban)

Terriers são cachorros pequenos que frequentemente superestimam seu próprio tamanho e força. Totalmente destemidos, irão latir furiosamente em qualquer coisa que virem como ameaça, não importa que as chances estejam desfavoráveis. Rony Weasley frequentemente demonstrava essa característica ao proteger Harry de um foragido condenado enquanto se apoiava em uma perna quebrada e defendia a honra de Hermione com uma varinha quebrada, o que resultou em um surto de vomitar lesmas. 

Teimoso e premeditado como o Jack Russell pode ser (lembra da birra épica dele durante Cálice de Fogo?) ter um cachorro como Patrono é um sinal garantido de um amigo leal. Pegue Sirius Black por exemplo, um personagem sintonizado com seu lado canino. Sirius era extremamente leal aos seus amigos, à suas causas e ao seu afilhado Harry, com quem ele lutou até o final. Mesmo se Rony vacilasse, ele sempre retornava com uma ferocidade renovada. O melhor amigo do homem, sem dúvida. 

Lebre (Luna Lovegood)

Harry Potter e a ordem da fenix

A frase "maluco como uma lebre de março" poderia ter descrito bem Luna Lovegood, que tinha um relacionamento interessante com seu Patrono. A lebre tem uma forte associação com a Lua, com "a lebre encarando a Lua" sendo um símbolo em algumas crenças pagãs. O quão interessante é que o nome de Luna tenha origem latina, significando Lua. 

Apesar de alguns Patronos revelarem uma qualidade oculta ou reprimida em seu conjurador, Luna sempre parecia estar sincronizada com suas emoções. O seu apelido ´´Di-Lua´´, vem da palavra lunático ou da loucura- uma condição que uma vez se acreditou ser causada pela Lua cheia. O Patrono dela mostra que ela está orgulhosa de ser ela mesma, não importa o que mais ninguém diga.

Outra personagem cujo Patrono se assemelhava à uma lebre era Ninfadora Tonks, cuja forma original de Patrono era um coelho selvagem. Como Luna, Tonks era uma espírito livre, que não se importava com o que as pessoas pensavam sobre suas atitudes, modo de vestir ou cores de cabelo. Lógico, seu Patrono mudou (como eles às vezes fazem) uma vez que ela se apaixonou por Remo Lupin, virando um lobo.

Javali (Ernesto MacMillan)
Ernie Macmillan. © JKR/Pottermore Ltd.™ Warner Bros.

"Ernesto MacMillan se levantou na mesa da Lufa-Lufa e gritou: 'E se nós quisermos ficar e lutar ?"
(Harry Potter e as Relíquias da Morte)

Ernesto pode ter sido um Monitor pomposo às vezes; Harry não ficou impressionado com sua atitude durante todo o lance do "Herdeiro de Salazar Sonserina" e nada que ele dissesse parecia mudar o pensamento de Ernesto. Você pode dizer que ele era meio "cabeça-dura". 

Mas no fundo, Ernesto MacMillan era uma alma corajosa, como demonstrado por sua ânsia de se juntar ao combate na Batalha de Hogwarts. Ele usou seu Patrono javali durante a batalha para salvar Harry, Rony e Hermione. Como o javali simboliza o guerreiro em muitas culturas, parece propício que Ernesto tenha liderado a defesa em Hogwarts. 

Então, você concorda? Ou você tem alguma própria teoria sobre Patronos?
E lembre-se, você pode descobrir o seu aqui