Entrevista com a Emma Watson

0 Comments
P: Você pode nos dizer um pouco sobre como está o terceiro filme? Alguma revelação interessante?
Emma: Vocês sabem perfeitamente que nós estamos submetidos ao maior dos segredos, e que eu não posso fazer grandes revelações. Tudo o que eu posso dizer, é que nós estamos muito animados com a filmagem e que tudo se passa muito bem. O Daniel particularmente gostou das cenas com o Hipogrifos. Para mim, o fato de "acertar as contas" com o Malfoy me fez muito bem. Eu acho que os fans também apreciarão.

P: Você pode nos falar um pouco mais em detalhes, sobre sua relação com o Daniel Radcliffe e com o Rupert Grint. Quem realmente são eles, para você?
Emma: Mais que amigos, eles se tornaram como irmãos. Ou irmãs, sei lá... (risos). De fato, eu não os vejo de maneira alguma como garotos normais. Eu nem imagino sair com um eles. Para mim, eles são meus melhores amigos. Eu posso rir e falar de qualquer coisa com eles, sem me sentir acanhada. Eu realmente os adoro.

P: Como você reagiria se a Hermione se apaixonasse repentinamente por Ron ou Harry? Você seria obrigada a beijar o Daniel ou o Rupert na telinha...
Emma: Eu sinceramente espero que a J.K Rowling não faça isso comigo! (risos). Mesmo que os beijos no cinema não tenham nada a ver com a realidade, eu ficaria muito envergonhada... Ao mesmo tempo, honestamente, eu realmente duvido que isso aconteça. Eu não imagino a Hermione saindo com um ou outro. Em todo caso, até aonde eu sei, isto não está no meu contrato... se eu tiver que beijar um deles, eu me demito! (risos)

P: Se a Hermione não se apaixona pelo Harry, nem pelo Ron, com quem você imagina?
Emma: Pessoalmente, eu espero que ela não saia com ninguém, mesmo porque não tenho nenhuma preferência! Também, se ela se apaixonar por um garoto, eu penso que ele será muito sério, muito estudioso. Porque não um professor de Hogwarts?! Eu acho que isso seria perfeitamente possível. Caso isso aconteça, ela definitivamente ficaria acanhada, pela diferença de idade.

P: O que você acha da evolução da Hermione? Você acha que ela está cada vez mais parecida com você, ou o contrário?
Emma: Pessoalmente, eu acho que a Hermione esta melhorando muito... Para começar, ela está cada vez mais menos séria e menos atrelada as regras, o que é um ponto positivo. No primeiro filme, eu não gostava de seu jeito "certinho"... Ela também não está tão obcecada por seus deveres, e por seu sucesso escolar, ela está menos estressada. Neste sentido, podemos dizer que ela se parece cada vez mais comigo, o que não me desagrada. De truz, está cada vez mais fácil de interpretar minha personagem.

P: Na "Câmara Secreta", a Hermione tinha um papel importante na história, quase ao mesmo nível do Harry, ou do Ron. Para você, essa tendência se confirmará nos próximos filmes?
Emma: Como eu já havia dito, a Hermione mudou bastante e definitivamente nos reserva grandes surpresas. Mesmo se ela continuar tão séria, ela está cada vez menos medrosa, e não hesita mais em acompanhar Ron e Harry em suas aventuras. Além disso, para mim, a Hermione adoraria ser uma heroína. O problema é que ela não gosta muito de criar confusões, o que nem sempre e compatível com o papel de uma heroína... Veremos.

P: De que maneira a sua vida mudou, assim que você começou a interpretar a Hermione?
Emma: Minha vida não se alterou tanto quanto eu imaginava. Quando o primeiro filme estreiou, eu pensei que tudo seria diferente, que se iniciaria uma nova vida. No começo, isto me assutava muito, mas no fim tudo acabou bem. A única diferença, é que eu passo muito tempo longe da minha casa, pois nós frequentemente vamos ao exterior para promover os filmes, dar entrevistas, fazer seções de fotos, etc. Isto tudo não me incomoda, é parte de meu trabalho. Quanto a minha vida particular, eu mantenho os mesmos amigos e eles me vêem como a bruxa mais famosa do mundo, o que nem sempre é fácil de aceitar... (risos)

P:Durante as filmagens, há algo que te custe fazer?
Emma: Como atriz, consigo chorar, parecer zangada, fazer quase tudo, mas quando tenho de rir a sério, de modo a não parecer forçado... isso é que realmente me custa! (Ri-se)

P: Houve alguma situação divertida nas filmagens?
Emma: Houve algumas, por exemplo, quando filmamos a cena do Baile de Natal. Eu não sabia como dançar com o Viktor. Então o realizador agarrou-me na mão e dançou comigo!

P: Como foi filmar o baile?
Emma: Foi o máximo! O salão está completamente diferente, com gelo por todos os lados, as pessoas têm roupas lindíssimas... Foi mesmo divertido!

P: A Hermione tem um pouquito de romance neste filme...
Emma: Sim, pela primeira vez! Ela nunca tinha sentido nada assim e quase não se apercebe quando o Viktor olha para ela... é um bocadinho ingênua. É muito engraçado!

P: Como gostarias de ver a Hermione no final?
Emma: É curioso, porque acabei de ler o último livro e, por amor de Deus, ela e o Ron que se entendam de uma vez por todas! Gostava de a ver utilizar a inteligência em algo importante.

P: Voltando ao amor... O teu coração tem alguém especial?
Emma: Neste momento não. Ando sempre tão ocupada e , quando não estou a filmar, estou na escola, que é só de raparigas, por isso... Mas tenho bons amigos rapazes!

P: Tens medo que te vejam para sempre como a Hermione?
Emma: É um dos meus maiores pesadelos. O problema de fazer parte da saga Harry Potter por tanto tempo é que depois as pessoas só me verão como Hermione e eu quero fazer outro tipo de papéis.

P: Como te sentirias se outra atriz interpretasse o teu papel de Hermione?
Emma: Detestaria de certeza! (ri-se) Seria um pouco doloroso, porque ela tem tanta coisa de mim... Obviamente, foi a J.K. Rowling que criou esta personagem, mas, de alguma forma, também ajudei a criá-la, nos filmes, claro!


P: Oi, Emma, Feliz Natal, o que fará no Natal deste ano?
EW: Vou relaxar com a família. O Natal é um bom momento para relaxar e assistir a um monte de lixo na TV, comer muita comida e tirar o atraso com as pessoas. Esse é o bom do Natal.

P: Você faz a voz de uma princesa solitária no novo filme animado, O Corajoso Ratinho Despereaux. Como cresceu à vista de todos, você era solitária?
EW: Sim, acho que é muito humano se sentir solitária, especialmente se você for um adolescente. Eu realmente não tinha tempo. Felizmente, estava trabalhando muito duro para ser a adolescente rebelde. Tenho certeza que quando atingir meus 30 segundos ficarei louca. Vou ter este ímpeto de hormônios e de loucura.

P: Você começará faculdade no próximo ano. De que maneira você espera que sua vida mude?
EW: É definitivamente um grande passo. É um momento muito emocionante da minha vida porque eu tenho 18 anos agora, então me sinto um pouco adulta, embora eu não ache que estou nos EUA porque você tem que ter 21 anos para beber e coisas assim. Mas eu estou indo embora para a universidade de modo que vou viver longe de casa. Vou terminar Harry Potter, o que significa que posso pegar um outro projeto, e isso também é um pouco assustador.

P: Você vai para uma universidade americana ou britânica?
EW: Eu não sei ainda. Estou olhando para ambos ainda, então veremos. Estou muito atraída pelas artes nas universidades dos EUA, onde eles incentivam a estudar várias de coisas diferentes para que você faça até quatro grupos de matérias diferentes por período - então, você pode fazer até 37 disciplinas no total - e escolher a habilitação apenas no seu terceiro ou quarto ano. Posso estudar tantas coisas diferentes, o que eu acho tão atraente, enquanto se eu ficar na Inglaterra, então eu só teria que escolher um curso e estudá-la por três anos. Acho muito limitado, por isso me sinto realmente atraída pelos cursos oferecidos pelos EUA.

P: Aos 18 anos, você é uma jovem mulher muito rica. O que seus velhos amigos pensam de sua fama e riqueza?
EW: Ah eles me odeiam, eles realmente me odeiam! Não, estou brincando. É estranho para eles, especialmente quando estamos na rua e as pessoas me reconhecem e vem até mim. É embaraçoso para eles saberem como agir, mas eles são muito bons nisso. Meus amigos são muito protetores, o que é muito legal.

P: Eles a fazem pagar tudo?
EW: Não! Na verdade, eles são muito orgulhosos com isso, por isso eu os adoro. Eles ficariam sem graça se eu quisesse pagar coisas, e se eu tento, eles sempre dizem: "Que você está fazendo? Quero pagar metade."

P: Foi difícil crescer à vista de todos?
EW: De certa forma é difícil crescer dentro de um filme. As pessoas têm a estranha sensação de me conhecerem intimamente, por terem acompanhado, visto a minha passagem de criança para mulher, ainda que apenas na tela.

P: O que você acha dos adolescentes de Hollywood como Lindsay Lohan? Eles têm fama tão jovem e enlouquecem?
EW: Acho que é difícil. Consigo entender perfeitamente por que eles ficam loucos com o nível de interesse nas suas vidas e a pressão para serem perfeitos - e eles são adolescentes. E isso é o que você faz, você estraga tudo. É realmente difícil para mim, nunca os criticaria.

P: Qual é a melhor - e pior - coisa em ser famosa?
EW: A melhor coisa de ser parte do Harry Potter, é que você pode ganhar o dia de um garoto ou uma garota de seis anos apenas dando-lhes um aperto de mão, e é tão fácil. Custa-me tão pouco fazer alguém tão incrivelmente feliz e é tão espantoso que eu saio e penso 'Meu Deus, sou tão sortuda de estar numa posição em que as pessoas se alegram em me conhecer'. É impressionante. A desvantagem é o nível de curiosidade em sua vida, ele se torna bastante inoportuno e o nível de crítica é por vezes difícil de se lidar. Pode fazer com que você fique realmente inseguro.

P: Em " O Corajoso Ratinho Despereaux" você é cortejada por um camundongo galanteador? Já encontrou algo assim na vida real?
EW: Sim! E espero que todo homem com quem eu saio seja assim. (risos)

P: Ainda não encontrou nenhum?
EW: Não, é difícil de encontrar. Não há muitos cavalheiros lá fora que têm as mesmas qualidades que Despereaux, infelizmente, mas estou esperando pelo cavaleiro de armadura brilhante assim como o Pea. Tenho certeza que ele virá em algum momento.

P: Que qualidades ele precisará ter?
EW: Hm... As mesmas que o Despereaux! Bem, dignidade, cavalheirismo, bravura... Não sei. Ele terá que me fazer rir, de verdade.

P: Você tem o mesmo problema que seu co-estrela Daniel Radcliffe tem com os fãs que não querem que ele cresça?
EW: Tipo o Peter Pan. Sim, acho que eles pensam assim... Acho que vai levar um tempo para me livrar da imprensa britânica. Toda manchete que tem o meu nome tem alguma referência à mágica, varinha mágica, bruxas ou coisas do tipo! Então vai levar um tempo. As pessoas gostam tanto dos livros e dos filmes que não querem deixá-los, eles não querem que acabem, mas infelizmente estou crescendo, não serei eternamente jovem.

P: O que você diz sobre o próximo filme "Harry Potter"?
EW: É mais como uma comédia romântica; há bastante interesse amoroso nele. Acho que o humor dele também é muito bom, eles realmente conseguiram isso no filme. É o primeiro beijo de Harry e Gina e eles começam a namorar, isso mais para o capítulo final. É bom...

P: É verdade que você não queria fazê-lo?
EW: Não! (risos) Apenas levou um tempo para agendá-lo, pois eu estava fazendo meus A-levels [provas para ingresso na universidade], então eles tiveram que trabalhar um pouco com isso. Foi um pouco difícil, mas não é verdade...

P: Como você se sente por estar filmando o último "Harry Potter", está emocionada ou acha que já está na hora?
EW: Acho que vou ficar emocionada, pois eu passei mais da metade da minha vida fazendo isso, sabe, e o pessoal é como se fosse uma segunda família para mim, então vai ser muito emocionante. Mas ao mesmo tempo, estou muito empolgada porque terei tempo livre para fazer outros projetos. Estou pronta para fazer outra coisa agora, já faz um tempo!

P: É preciso ser inteligente para ser atriz?
EW: Meu Deus, não!

P: Qual foi o presente mais inusitado que você já recebeu dos fãs? Eu li que algumas pessoas te mandam bíblias.
EW: Por favor, não me mandem mais bíblias! Estou legal! Você é testemunha de que não estou louca ainda. Realmente não sei como entender a bíblia, porque ela é definitivamente a mais estranha. Um fã japonês já me mandou band-aids para os cortes que tive no terceiro filme, achei isso muito fofo.

P: O que você faz com todas as bíblias?
EW: Não guardei todas, somente uma ou duas, dei as outras.

P: Você já imaginou como teria sido sua vida se você não fosse do elenco de Harry Potter?
EW: Ele se tornou tão parte da minha vida que fica difícil imaginar agora como minha vida teria sido. Algumas vezes queria que minha vida fosse mais simples, mas na maioria das vezes, eu me considero a garota mais sortuda do mundo.

P: Qual será o seu próximo desafio profissional?
EW: Acho que vou ser a Hermione para sempre! Meu maior desafio será convencer as pessoas que eu posso ser outra pessoa.


Tecnologia do Blogger.