CONFIRA ALGUMAS DAS REVELAÇÕES DE J.K. ROWLING SOBRE HARRY POTTER

0 Comments
Todos os potterheads, certamente conhece o portal “Pottermore”. Com as filmagens de “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, spin off da saga, novidades começaram a surgir no site, como o texto que conta mais sobre a família de Harry.

A linhagem dos Potters.


O conto, intitulado “The Potter Family”, mergulha na árvore genealógica do bruxinho, começando com Linfred de Stinchcombe, o primeiro Potter. Com o apelido de “Potterer”, o bruxo morava em um vilarejo e, com frequência, curava os vizinhos trouxas (não bruxos) com remédios mágicos, sem que eles soubessem de seus poderes. Linfred criou uma linha de medicamentos, que daria origem a poções usadas até hoje por bruxos. Através do seu trabalho, ele deixou uma grande fortuna, que foi dividida entre seus sete filhos.

Você se lembra da família Peverell? Ela foi citada em “Harry Potter e as Relíquias da Morte” como a dona das relíquias da morte: a Varinha das Varinhas, a Pedra da Ressurreição e a Capa da Invisibilidade. O último item teria sido deixado a Harry por seu pai, que o entregou para Dumbledore.

Afinal, qual é a ligação entre as famílias? No texto, a autora explica que o filho mais velho de Linfred, Hardwin, se casou com uma jovem bruxa chamada Iolanthe Peverell, herdeira da capa da invisibilidade. Como tradição da família, a capa continuou passando de geração para geração.

 O alvorecer de Lufa-Lufa

No dia 9 de setembro deste ano, o Pottermore anunciou a vencedora da última Copa das Casas do site. Lufa-Lufa ficou em primeiro lugar, seguida por Sonserina, Corvinal e Grifinória. Além disso, o protagonista do novo filme, “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, será o Newt Scamander, pertencente à casa Lufa-Lufa. Sobre a conquista, J.K. Rowling publicou em seu Twitter:

“Isso está começando a parecer o surgimento da Era da Lufa-Lufa… #AnimaisFantásticos”

Para comemorar, o Pottermore publicou uma imagem com detalhes sobre seis bruxos famosos que foram membros da casa. O site Animagos fez a tradução do texto: 

Famosos Lufanos através dos anos

Quem sabe é na Lufa-Lufa que você vai morar,
onde seus moradores são justos e leais,
pacientes, sinceros, sem medo da dor

– O Chapéu Seletor, Harry Potter e a Pedra Filosofal 

Helga Hufflepuff: Uma das maiores bruxas da era medieval, a cofundadora de Hogwarts, Helga, era gentil, afetuosa e famosa por seus feitiços relacionados a comida.

Bridget Wenlock: Bridget foi celebrada por seus cálculos matemáticos, os quais ela escreveu em tinta invisível (fazendo com que fosse muito fácil perdê-los).

Newt Scamander: Newton Artemis Fido ‘Newt’ Scamander é famoso por seu livro “Animais Fantásticos e Onde Habitam” – um livro confiável de Hogwarts.

Pomona Sprout: Chefe da casa de Lufa-Lufa, seu chapéu pode ser remendado, mas não há nada de surrado no conhecimento em Herbologia da Professora Sprout.

Cedrico Diggory: Ainda é difícil pensar em Cedrico sem ficar triste, mas ele era da Lufa-Lufa por completo. Justo, leal e honesto, era um ganho para a sua casa.

Ninfadora Tonks: Inteligente, corajosa e engraçada. Seu amor por Remo Lupin e a lealdade à Ordem a levaram de volta a Hogwarts para encarar sua última batalha. Vamos parar um momento – tem alguma coisa no nosso olho de novo.

O motivo pelo qual Hagrid não pode conjurar um Patrono


Você deve se lembrar das cenas nas quais Harry e seus amigos treinavam para conjurar um Patrono. O feitiço, também conhecido como “Expectro Patronum”, é um dos mais poderosos e difíceis do mundo bruxo.

Ele gera um ser de luz que protege o bruxo de Dementadores e Mortalhas-Vivas. De uma cor branco-prateado, sua forma varia de acordo com cada um que o conjurar. O do Harry é um veado, o da Hermione, uma lontra, e o do Rony, um cão. Para executá-lo, é preciso pensar em uma lembrança muito feliz.

Tanisha Fagwan, uma fã da série, perguntou a J.K. Rowling qual seria o Patrono de Hagrid. Sua resposta foi simples e direta:

“Hagrid não poderia produzir um Patrono. É um feitiço muito difícil.”

J.K. Rowling revela sua teoria favorita

Os fãs de Harry Potter nunca se cansam de elaborar as mais variadas teorias, mas uma delas chamou atenção da autora, que a comentou em sua conta pessoal no Twitter:

”Dumbledore é a morte. Esta é uma bela teoria e ela se encaixa”


Este comentário refere-se ao “Conto dos três irmãos” e a outra teoria, que diz que Voldemort seria o irmão mais velho, ávido por poder; Snape, o irmão do meio, que estaria desesperado pela morte de sua amada e perde a vida por esse amor; Harry seria o irmão mais novo, que aprende a aceitar a morte e, quando ela chega, a cumprimenta como um velho amigo.

A nova teoria agrega Dumbledore na história: ele seria a morte. Segundo os fãs, ele estaria envolvido na morte de Snape e de Voldemort, além de ter encontrado Harry na estação King’s Cross, onde eles se cumprimentam como velhos amigos. Além disso, Dumbledore foi o encarregado de entregar a capa da invisibilidade a Harry, o que combina com o conto, em que a morte dá ao irmão mais novo a capa. 

Ela continua muito triste com a morte de Fred Weasley


É claro, J. K. Rowling está muito longe de ser como George R. R. Martin, escritor de “Game of Thrones” e responsável por um verdadeiro massacre de personagens. Porém, seria inevitável que algum acabasse caindo nas garras de Voldemort. Oito anos após a publicação de “Relíquias da Morte”, o falecimento de Fred Weasley durante a Batalha de Hogwarts ainda perturba a escritora. Em seu Twitter, ela publicou:
Hoje, eu apenas gostaria de dizer: Estou muito arrependida sobre Fred. *Balançando a cabeça de aceitação pela razoável ira de vocês*”

Nós pronunciamos o nome de Voldemort de maneira errada


“Você-sabe-quem” ou “Aquele-Que-Não-Deve-Ser-Nomeado” tem um nome bem conhecido, mas que, possivelmente, a maioria de nós pronuncia de maneira errada. Rowling revelou que o “t”, ao fim do nome Voldemort, não deve ser pronunciado. Segundo a autora, a palavra francesa “mort”, pronunciada com o “t” mudo, significa morte. 

Nenhum aluno precisa de dinheiro para estudar em Hogwarts

Um repórter fez uma estimativa de quanto custaria se matricular em Hogwarts: US$43.450! Porém, Rowling logo acabou com o rumor: não importa se um bruxinho tem cofres lotados em Gringotes ou não.

“Não há taxa de matrícula! O Ministério da Magia cobre o custo de toda a educação mágica!”


O primeiro ano de James Sirius Potter em Hogwarts


A escritora causou alvoroço nas redes sociais ao anunciar que o dia 1º de setembro de 2015 foi marcado pelo início das aulas do filho mais velho de Harry em Hogwarts. A novidade fez com que a hashtag #BackToHogwarts, ou “DevoltaAHogwarts”, fosse destaque nos trending topics.

Ela também confirmou que James foi escolhido para a mesma casa que o pai: “Acabei de ficar sabendo que James S Potter foi selecionado (para surpresa de ninguém) para a Grifinória. Teddy Lupin (monitor da Lufa-Lufa) ficou chateado”, disse ela.


Tecnologia do Blogger.