[SESSÃO RESERVADA] Resenha: A Mais Bela de todas

0 Comments

"Ela é a primeira vilã da Disney. Apesar da beleza exuberante, é invejosa e extremamente má. Capaz até de pedir a um caçador o coração da doce e ingênua princesa do reino, ela chega a envenenar uma maçã para conseguir se livrar de sua rival. Mas toda história tem dois lados, não é verdade? Será que você conhece realmente a origem da Rainha Má? Este livro vai te contar uma história desconhecida até então. Ela é sobre amor e perda, com uma pitada de magia. Descubra aqui o que se esconde por trás do olhar enigmático da mais bela de todas."

Na sessão reservada de hoje, vou falar sobre mais um livro da Disney que recebemos da Editora Universo dos Livros. A Mais Bela de Todas: A história da Rainha Má é o primeiro volume da série "Vilões" da escritora Serena Valentino, que reconta os clássicos da Disney com foco nos vilões. Lembrando que já fizemos a resenha do segundo livro dessa série, confira: "A Fera em Mim".

Como podemos ver, a capa do livro está de uma arte única e muito chamativa, tendo na capa o rosto forte e enigmático da Rainha e no final sua transformação.


O livro se inicia com o casamento da Rainha com o Rei (pai de Branca de Neve). Branca tem por volta de 5 anos, e já é doce e amável como a conhecemos. Mas adivinhem só: a Rainha também tem um bom coração e ama a criança como se fosse sua filha! Apesar de estar um pouco insegura com o casamento, afinal não entende como o Rei pode ter se apaixonado pela filha de um simples criador de espelhos do reino, ela sente que aquele é um dos dias mais felizes de sua vida.

Mas o que a deixa tão insegura sobre si mesma e seu passado? Seu pai a maltratava muito desde a morte de sua mãe, chamando-a de feia, "bruxa velha" e outros insultos à sua aparência, apesar de ela ser descrita como uma das jovens mais belas do reino. Ela amava o pai e se desmanchava em lágrimas toda vez que ele a insultava, de modo que quando ele morreu e o Rei a desposou, ela sentiu-se livre. Ainda assim, os insultos não saíram de sua mente.

Serena Valentino nos faz mergulhar em um "Era uma vez" a cada capitulo mais mágico com personagens marcantes muito além dos que já havíamos conhecidos através do filme ou outros livros clássicos. Cada personagem é envolvente e enriquece mais a história, nos deixando a vontade de querer saber mais sobre eles.

A Rainha Má, nem sempre foi má, foi uma boa esposa e uma boa mãe para Branca de Neve, mas após uma estranha visita de umas primas feiticeiras do Rei e de alguns presentes místicos, como um espelho mágico com a alma de seu impiedoso pai preso dentro dele e principalmente após a morte de seu adorado esposo, a Rainha começa a mudar a sua personalidade tornando-se fria, vaidosa e mística. A Rainha trava uma grande batalha consigo mesma entre o bem e o mal, mas a sua vaidade e a necessidade de ser a mais bela de todas do reino a leva pelos caminhos das trevas.


Tecnologia do Blogger.