RETROSPECTIVA: SEMANA ORDEM DA FÊNIX

0 Comments
A nossa semana foi repleta de curiosidades sobre "Harry Potter e o Ordem da Fênix" do especial Harry Potter da página da Accio NewsConfira abaixo o resumo das curiosidades e informações que trouxemos sobre a quinta história da saga. 



Dia 08 de Maio começou nosso especial sobre o quinto livro/filme da saga, marcado por sociedades secretas dentro e fora de Hogwarts e uma "professora" bastante intragável.



A MORTE DO SENHOR WEASLEY
Nenhum texto alternativo automático disponível.

Originalmente o Sr. Weasley deveria morrer em Harry Potter e a Ordem da Fênix, após ser atacado por Nagini no Departamento de Mistérios. Isso afetaria muito a família Weasley, principalmente Rony. J.K decidiu voltar atrás e não matar o Sr. Weasley porque segundo ela ele foi a maior figura paterna dos livros, e simplesmente não conseguiu matá-lo.

Acredita-se que o comportamento intolerante e mal humorado de Rony em Enigma do Principe - principalmente com sua irmã Gina - são resquícios do que seria o trauma de Rony por perder seu pai.

J.K ROWLING SOBRE DOLORES UMBRIDGE
A imagem pode conter: 1 pessoa, filho e close-up

"Certa vez, há muito tempo, resolvi aprender determinada habilidade/tema (estou sendo o mais vaga possível por motivos que logo se tornarão óbvios) e, ao fazê-lo, entrei em contato com uma professora/instrutora com quem antipatizei logo de cara. 


A mulher em questão sentiu a mesmíssima antipatia por mim. O motivo para nos detestarmos de maneira tão imediata, enérgica e (da minha parte, pelo menos) irracional, honestamente, não sei dizer. O que me salta à mente era seu gosto declarado por acessórios fofinhos. Lembro com exatidão de uma fivelinha plástica em forma de laço, de cor amarelo-clara, que ela usava no cabelo curto e cacheado. Eu costumava olhar para aquela fivelinha, que seria apropriada para uma menina de três anos, como se fosse algum tipo de tumor físico repulsivo. Era uma mulher bem troncuda e não estava na flor da idade, mas seu hábito, de usar franjas onde (para mim) não deveriam existir e andar com bolsas pequenas que pareciam ter saído de um guarda-roupa de criança, batia de frente com uma personalidade que eu descobri ser o oposto de doce, inocente e ingênua.


Sempre tive certo receio de falar sobre esse tipo de fonte de inspiração, pois é irritante ver-se mal interpretada de um jeito que magoe outras pessoas. Essa mulher NÃO é “a verdadeira Dolores Umbridge”. Ela não se parecia com um sapo, nunca foi sádica ou cruel comigo ou qualquer outra pessoa, e eu nunca a vi expressar uma única opinião em comum com Umbridge – na verdade, nunca a conheci suficientemente bem para saber sobre suas opiniões ou preferências, o que torna minha antipatia ainda menos justificável. Contudo, é correto dizer que copiei dela, com bastante exagero, o gosto por roupas meigas e femininas, e que estava pensando no laço de plástico amarelo-claro quando botei aquele ornamento na cabeça de Dolores Umbridge. 

Já notei mais de uma vez na vida que o gosto inefável por coisas delicadas anda lado a lado com uma percepção nada bondosa do mundo. Certa vez dividi o escritório com uma mulher que cobria o espaço da parede atrás de sua escrivaninha com imagens de gatinhos fofinhos. Ela era a defensora mais fanática e vingativa da pena de morte com quem já tive o desprazer de compartilhar a chaleira. O amor por todas as coisas melífluas costuma se fazer presente onde existe falta de generosidade ou afeto verdadeiro. 

Portanto, Dolores, que é um dos personagens pelos quais sinto a mais pura aversão, tornou-se um amálgama dos traços tirados de várias fontes. Sua vontade de controlar, punir e infligir dor, tudo em nome da lei e da ordem, são para mim tão repreensíveis quanto o simples exercício do mal de Lorde Voldemort. 

Os nomes de Umbridge foram cuidadosamente escolhidos. “Dolores” significa dor, algo que ela sem dúvida causa em todos ao redor. “Umbridge” é um jogo com a palavra “umbrage”, extraída da expressão britânica “to take umbrage”, que significa ficar ofendido. Dolores se ofende com qualquer desafio à sua limitada visão de mundo; acho que o sobrenome transmite a mesquinharia e a rigidez do seu caráter. É mais difícil explicar “Joana”; apenas achei que soava um tanto presunçoso e pomposo entre os outros dois."

Fonte: Pottermore

EVANNA LYNCH

Evanna Lynch ganhou o papel de Luna Lovegood em Harry Potter e a Ordem da Fênix após disputá-lo com cerca de 15 mil garotas. A atriz se considera a própria Luna Lovegood e a própria J.K Rowling já afirmou que a atriz é a personagem em pessoa. Os brincos de rabanete usados por Luna no filme foram confeccionados pela própria Evanna.

Confira aqui uma entrevista com Evanna Lynch sobre Luna Lovegood.

EVANNA LYNCH POR J.K ROWLING

Segundo J.K Rowling, Evanna Lynch, atriz que interpreta Luna Lovegood, foi uma influencia para a própria personagem.
Antes de conseguir o papel Evanna escrevia para J.K Rowling dizendo amar a personagem e afirmando ser a própria Luna Lovegood. J.K ficou bastante surpresa ao ver que ela acabou ganhando o papel de Luna nos filmes.
A partir daí, Evanna se tornou uma espécie de fonte de inspiração para a personagem. J.K afirma que escutava a voz de Evanna quando escrevia Luna.
A pintura dos amigos Harry, Rony, Hermione, Gina e Neville no teto do quarto de Luna que aparece em Relíquias da Morte foi algo inspirado na atriz, que segundo J.K Rowling é bastante criativa.

Confira aqui J.K Rowling falando sobre como Evanna Lynch influenciou Luna Lovegood

ENTRA DAVID YATES, SAI STEVE KLOVES
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Harry Potter e a Ordem da Fênix foi o primeiro filme da saga a ser dirigido por David Yates, que acabou se tornando diretor "fixo" da saga - todos os filmes seguintes de Harry Potter e também Animais Fantásticos e Onde Habitam foram dirigidos por Yates, e a sequência de Animais Fantásticos também será dirigida por ele.



Em compensação, Ordem da Fênix é o primeiro - e único - filme da saga Harry Potter que não tem o roteiro escrito por Steve Kloves. Kloves estava escrevendo os roteiros de Harry Potter fazia muito tempo (desde Pedra Filosofal) e simplesmente precisava de um tempo para si, então não aceitou escrever o roteiro do quinto filme, que ficou sob a responsabilidade de Michael Goldenberg. Mas Kloves voltou no filme seguinte, Enigma do Princípe, e também foi responsável pelo roteiro das duas partes de Relíquias das Morte. 
(Kloves não voltou para Animais Fantásticos e Onde Habitam, que tem o roteiro escrito pela própria J.K Rowling)


ST. MUNGUS E GILDEROY LOCKHARTS
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

O Hospital Bruxo St. Mungus estava no roteiro do quinto filme da saga, assim como a participação de Gilderoy Lockharts. Kenneth Branagh, ator que interpreta Gilderoy, chegou a ser confirmado para o elenco do filme. 



Os planos para o St. Mungus foram deixados de lado porque Harry Potter e a Ordem da Fênix saiu muito caro - o filme custou cerca de 150 Milhões - e criar o cenário de St. Mungus seria um gasto muito alto (vale ressaltar que basicamente todos os cenários de Harry Potter são construídos de verdade, não são apenas um fundo verde modificado digitalmente). Com isso, Kenneth Branagh acabou ficando de fora do projeto, pois não haveria a cena de Lockharts no filme.

SIRIUS VS BELLATRIX

Um duelo entre Sirius Black e Bellatrix Lestrange foi gravado para Harry Potter e a Ordem da Fênix (No livro, antes de matar Sirius Bellatrix duela com ele).
A cena acabou ficando de fora do filme, e no filme Bellatrix apenas aparece repentinamente com seu Avada Kedavra.

Confira aqui alguns trechos da gravação do duelo entre os primos Sirius Black e Bellatrix Lestrange.

MONSTRO
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e pessoas em pé


Monstro quase ficou de fora de Harry Potter e a Ordem da Fênix. Os produtores queriam deixar o elfo doméstico da família Black de fora do filme - como sempre fizeram com Dobby até os ultimos filmes.



A própria J.K Rowling disse para não deixarem Monstro de fora, pois ele teria um papel crucial no futuro da história (Relíquias da Morte ainda não havia sido lançado na época) e então Monstro acabou aparecendo tanto no quinto filme como no sétimo, onde se mostra crucial para a jornada atrás do medalhão de Slytherin.


TRADUÇÃO EM TEMPO RECORD
A imagem pode conter: texto


Editora Rocco, que publicou os livros de Harry Potter no Brasil, recebeu Ordem da Fênix apenas no dia 21 de junho de 2003, data do lançamento oficial na Inglaterra. Após uma verdadeira maratona, em que tradução e revisão foram feitas simultaneamente, o livro pôde ser lançado a tempo de aproveitar as compras natalinas, no dia 29 de novembro de 2003.


A TAPEÇARIA DOS BLACK
Nenhum texto alternativo automático disponível.


Quando filmavam Harry Potter e a Ordem da Fênix, a equipe responsável por criar os artefatos bruxos para os filmes encontraram um pequeno problema: os nomes para preencher a arvore genealógica da tapeçaria dos Blacks. 



David Yates entrou em contato com J.K Rowling informando o pequeno contratempo e perguntando se a autora poderia fornecer alguns nomes. Segundo Yates, cerca de uma hora depois J.K Rowling enviou um e-mail com mais de 70 nomes dos antepassados da família Black e seus respectivos parentescos.

NARCISA COMO BELLATRIX
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up



Helen McCrory - atriz que interpreta Narcisa Malfoy - na realidade interpretaria Bellatrix Lestrange em Harry Potter e a Ordem da Fênix.



Sua participação no quinto filme como a prima de Sirius Black estava praticamente confirmada, mas Helen McCrory ficou grávida, o que impossibilitou sua participação no filme. O papel de Bellatrix então ficou com Helena Boham Carter, e Helen entrou em Enigma do Principe interpretando a mãe de Draco.


A SALA DAS PROFECIAS


A grande maioria dos sets de Harry Potter eram um misto de cenários verdadeiramente criados com alguns elementos ou fundos em tela verde para acrescentar os efeitos especiais.

A construção de um cenário verdadeiro para a Sala das Profecias em Ordem da Fênix era bastante inviável: o cenário deveria ser muito grande e repleto de globos de vidro, que acabariam refletindo a equipe de filmagem. A solução foi criá-lo 100% digitalmente, utilizando fundo verde, o que dificulta muito na atuação pois não existem elementos com que se pode interagir.


Confira aqui alguns trechos da gravação da cena da sala das profecias.




E este foi o conteúdo que reunimos sobre "Harry Potter e a Ordem da Fênix". A partir do dia 15 de Maio daremos início a semana de "Harry Potter e o Enigma do Principe", trazendo informações e curiosidades sobre a sexta história da saga. Lembrando que todas as postagens do especial virão com a tag #EspecialEnigmaDoPrincipe

Se você perdeu as semanas anteriores, você pode conferir os resumos aqui:



Fiquem ligados na Accio News!


Tecnologia do Blogger.